OS LINKS DA LIGA



Dos quatro jogos que abriram as oitavas-de-final, só um teve vencedor.

Em Londres, Robin Van Persie sofreu (o defensor francês Philippe Mèxes se denunciou ao levantar os braços após a falta) e bateu o pênalti que decretou o 1 x 0 do Arsenal sobre a Roma.

Doni sofreu – não tanto como Arsene Wenger e a torcida inglesa – horrores no segundo tempo, e pegou um chute rasteiro do francês Abou Diaby, caindo para o lado esquerdo (lembra quando essas bolas entravam?).

O Arsenal vai ao Olímpico com a vantagem do empate.

Na França, Lyon e Barcelona ficaram no 1 x 1.

Juninho fez o quadragésimo-terceiro gol de falta pelo clube francês, e Guardiola e Henry disseram que nem “sete goleiros” pegariam a cobrança.

Eu vi o lance várias vezes, e acho que um goleiro só – desde que se posicionasse da forma correta – evitaria o gol. Víctor Valdéz foi enganado pelo brasileiro.

O Barça ficou mais perto da vaga nas quartas.

Em Milão, o bom jogo entre Internazionale e Manchester United acabou em 0 x 0.

Júlio César foi um dos motivos. Eu sempre achei que havia gente na frente dele, por isso fico muito à vontade para dizer que, hoje, nenhum goleiro brasileiro está jogando tanto.

Situação interessante no jogo de volta: os ingleses decidem a vaga em casa, mas nenhum empate é ruim para os italianos.

Para fechar, em Madri, Atlético e Porto empataram em 2 x 2.

Helton falhou no gol de Diego Forlán, e foi bonito ver os portugueses dedicarem o empate a ele.

O argentino Lisandro Lopez (6) assumiu a artilharia isolada da UCL, e aproximou o Porto das quartas-de-final.

Logo mais, os outros quatro jogos (veja programação no post anterior) da rodada.

Amanhã, gols e lances aqui.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo