NOTINHAS PÓS-RODADAS



Interrompemos nossa programação normal para um boletim futebolístico-policial:

* Curioso como o São Paulo genérico era mais organizado do que o Corinthians quase completo, no primeiro tempo do clássico (1 x 1: Borges e André Santos) do Morumbi.

* Curioso, também, como não deu para perceber que o São Paulo tinha um jogador a mais, após a bobagem de Túlio.

* Com 10 contra 10, dois passes nota 1000 de Hernanes (aprecie enquanto é possível vê-lo a olho nu), e de Boquita (por que pedem para o rapaz mudar de nome? Qual o problema?). Os gols são deles também.

* Em mais uma peça publicitária para a Copa de 2014, um jogo de futebol no Brasil terminou com cenas horrorosas na arquibancada. E assim vamos em frente.

* Diante de Vágner Mancini (tomara que o deixem trabalhar), o Santos não teve problemas para se recuperar (3 x 1: Madson, Fabão, Henrique e Paulo Henrique Lima) no Campeonato Paulista.

* O gol de PHL, o terceiro do Santos, já é um dos mais bonitos do torneio.

* No sábado, a escalação alternativa do Palmeiras (1 x 0 no Paulista: Evandro) manteve os 100% de aproveitamento no ano, e a liderança.

* No lance do gol, o passe de Lenny foi ótimo, e o toque de Evandro, lindo.

* O futebol é o único esporte em que performance e resultado são, às vezes, coisas distintas.

* O Botafogo, que é (de novo) o time que mais jogou bola no Estadual do Rio, foi melhor do que o Flamengo, no clássico (1 x 1: Batista e Josiel) do Maracanã.

* Mas, como sabemos, quem tem a melhor campanha é o Flamengo, que buscou o empate num desses lances em que o chutão para a frente é “para ver o que acontece”. E aconteceu.

* Em mais uma peça publicitária para a Copa de 2014, tiros foram disparados na saída de um estádio brasileiro. E assim vamos em frente.

* René Simões definiu com perfeição a “conspiração” que levou o Fluminense (4 x 0 no Tigres: Everton Santos-2, Maicon e Thiago Neves) às semifinais da Taça Guanabara.

* Os especialistas davam 6% (falta-me nível para comentar essa avaliação) de chances de classificação, mas não contavam com a vitória do Resende sobre o Americano, e com o empate entre Cabofriense e Duque de Caxias.

* No campo, o Vasco (3 x 0 no Madureira: Carlos Alberto, Jéferson e Élton) fez os pontos suficientes para ser um dos semifinalistas.

* No tribunal, o recurso da perda dos 6 pontos no “Caso Jéferson” (problemas judiciais envolvendo o Brasiliense) será julgado amanhã.

* Leo Fortunato fez pênalti em Carlos Alberto, quando o ótimo clássico entre Cruzeiro e Atlético (2 x 1: Ramires, Soares e Diego Tardelli) estava 0 x 0.

* Diego Tardelli não poderia, pelo menos, ter esboçado a intenção de ir atrás de Jancarlos, que lhe roubou a bola no lance do gol de Ramires (aprecie enquanto é possível vê-lo a olho nu)?

* Ao Atlético, apesar das reclamações (o presidente Alexandre Kalil não mediu palavras sobre a arbitragem mineira), restou a satisfação por ter lutado até o fim.

* Em mais uma peça publicitária da Copa de 2014, um torcedor morreu a caminho de um estádio brasileiro. E assim vamos em frente.

______

Duas notinhas italianas, porque vale a pena ver:

* Adriano, o Imperador, está se especializando em gols de mão válidos, em clássicos.

* Na última coletiva antes do derby milanês, José “O Especial” Mourinho conseguiu provar, de forma irrefutável, que jornalistas são insaciáveis.



  • Gols válidos já é demais. Validados, e olhe lá. Tudo bem, vamos aceitar que o que tenha sido validado torna-se formalmente – e apenas formalmente, o que não é tudo – válido, e que eu esteja sendo implicante. Mas é só por amor à clareza. A validação dos gols de mão de Adriano foram, ambas, equívocos mais ou menos grotescos. O camarada Imperador é um tremendo cara-de-pau. Estou esperando ele dizer, desta vez e de novo, que sentiu a bola “dar uma roçadinha” em qualquer parte daquele corpanzil inocente. Se fizer isso em Copa, corre o risco de ir pra fora.

  • Jovaneli

    Infelizmente, não é só uma questão de mau composrtamento de torcedores. De uma maneira geral, o cidadão brasileiro é uma vergonha. Claro, há excessões, mas são excessões. A maior parte do povo brasileiro é composta por maleducados, que não respeitam nada – sujam as ruas, picham monumentos, furam filas, depedram instalações públicas. Falta ordem (aquela que está na bandeira).
    Este país não é sério. Em qualquer lugar do mundo que houvesse a morte de um torcedor, haveria paralisação do campeonato. Aqui, fica na conversa do dia seguinte e logo se esquece.
    Os jogadores, alguns deles verdadeiros ídolos, tidos como líderes em suas equipes, caso do Marcão (Palmeiras) e Rogério Ceni (São Paulo) não fazem nada. Poderiam dar um murro na mesa e dizer: sem segurança para a nossa torcida, não tem campeonato, ninguém joga. Será que é tão difícil haver um movimento para dar um basta nessa baderna?
    Claro que o medo impera. O Rogério mesmo já deu entrevista dizendo que pensa em morar fora do país, nos EUA, porque não se sente seguro por aqui. Mas até quando? Será que a saída é nos mandarmos desse país? Não é possível que nada possa ser feito e que tenhamos que viver no meio do caos.

  • Jovaneli

    André, por favor, esclareça uma dúvida: naquela jogada do Adriano, foi “fumble” ou “passe incompleto”.
    A propósito, aquela recepção do Luca Toni no jogo Brasil e Itália foi perfeita. Touchdown Itália!

    AK: Passe incompleto. O Mourinho desafiou a jogada, e perdeu um tempo. Viva a arbitragem eletrônica (rs). Um abraço.

  • Gilson

    André, boa tarde!
    Voce não acha que o presidente do Corinthians tem, boa parte de culpa na confusão que ocorreu no final da partida?
    Porque ele instigou os torcedores com notas desrespeitosas sobre a decisão da diretoria do São Paulo em ceder apenas 10% da carga de ingressos aos visitantes. Como mandante do jogo e dono do estádio, o São Paulo só fez cumprir o regulamento.
    Não importa se a torcida do Corinthians é a maior do estado, ou se eles são mais fanáticos que os torcedores de outros times. O que vale é o que está definido nas regras e nas normas estabelecidas anteriormente.
    É lamentavel que pessoas que representam uma entidade como o Corinthians tomem tais atitudes. Eles deveriam pensar muito antes de dar declarações ou emitir notas oficias em nome do clube que presidem. Esse tipo de atitude aumenta ainda mais a violengia, que já é um absurdo nos estádios. Se eles realmente tivessem respeito com seus torcedores eles não dariam ou venderiam os ingressos mais baratos às torcidas organizadas(que só provocam tumulto e confusões em estádios).
    Sei que a PM também errou na estratégia de deixar primeiro a torcida do São Paulo(que era em maior número) sair primeiro, quando o correto e mais sensato seria a torcida do Corinthians sair primeiro.
    Gostaria de saber sua opinião sobre isso.
    Um abraço

    AK: Dirigente de futebol (não estou falando de ninguém em particular) tem de dar exemplo. Bom. Um abraço.

  • Fernando

    Leia o link abaixo e retifique o que escreveu sobre o clássico mineiro. A morte de um torcedor foi um homicídio “normal” de acerto de contas. Em BH 20 pessoas são assassinadas todos os fins de semana. è triste a estatísca, mas é injusto por tudo o que acontece em dia de clássico na conta do futebol.

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=31704

    AK: Farei a correção quando (e se ) o crime for esclarecido. Um abraço.

  • Rodrigo Herrero

    Se o Muricy ver esse vídeo vai adotar isso pras suas coletivas, que vaõ durar 5 minutos! hahaha…

  • Max Trimundial

    O Muricy após ficar com um jogador a mais desfez algo que estava acontecendo pela primeira vez na temporada: o São Paulo efetivamente jogava pelas laterais já que escalou alas de verdade pela primeira vez e não volantes improvisados.Na tentativa de ser mais “ofensivo” diante da inferioridade numérica do adversário, ele mudou o time pro 4-4-2(sacando um zagueiro) e naturalmente segurando mais os laterais…o SP por isso passou a afunilar mais o jogo, facilitando a vida do corinthians.
    Para o próximo jogo os volantes/alas voltarão, juntamente com Hugo e voltaremos a ver o espetáculo de chuveirinhos na área que o tricolor nos brinda sempre.

  • Esse Túlio não é jogador de futebol e sim um cafajeste! Pior contratação do Corinthians nesses últimos anos… além dele (que não joga nada, só bate e é maldoso), temos 2 enganadores que só ciscam (Morais e J.Henrique) e um Christian que joga como um veterano, plantado. Muita diferença do ano passado. Saudades do Herrera!

    Corinthians reforçou-se pessimamente mal, exceção feita p/ Escudero (que tem a cara do VERDADEIRO Corinthians) e para a incógnita Ronaldo que, mesmo manco e gordo (status que abandonou faz dias) é melhor que todos atacantes brasileiros que atuam no país (menos K9, que joga MUITO!).

    Inconcebível Fabinho ser reserva desse Túlio! E podem me execrar mas, HOJE, sou mais Lulinha que Morais/J.Henrique! Pelo menos o moleque corre e é voluntarioso… o J.Henrique tem cacoetes de Romário, imita bem o Romário, até na sua movimentação pré-aposentadoria (fica plantado). Douglas precisa se recuperar e Boquita é uma ótima opção…

    Jean mostrou, em 2 jogos, que não podemos confiar nele (todo mundo sai para fazer linah de impedimento e o bonitão fica lá, plantado, fazendo marcação homem a homem…).

    Mano foi covarde e retranqueiro. Deixou de ganhar um jogo fácil, escalando um ataque (?) inoperante com Morais e J.Henrique. Deixou Souza no banco? Errou, pois não temos centroavante no elenco…

    Hummm… que mais? Bom, sobre a tragédia anunciada, sem comentários! Prezo a vida e, desde 93, deixei de ir aos estádios (ok, tive uma recaída com o advento Tevez… mas passou). Minha opinião: prezam suas vidas? Fiquem em casa!

  • Marco Antonio

    Sensacional a coletiva do Mourinho…..

  • E que partidaça do Julio Cesar!

    AK: Bem lembrado. Acho que nunca o vimos em fase tão boa. Um abraço.

  • Anna

    André,o post é muito bom. Fiquei muito chateada e triste com as cenas que vi na ESPN Brasil.Cronica de uma tragédia anunciada. Um filme de terror. Os dirigentes precisam ter bom senso. Não justifica mas deu munição para que houvesse briga e daí tudo que aconteceu. Seu póst com os breaks policiais mais uma vez bem sacado. Um doce alento a tudo que aconteceu. Quanto ao Vasco,frente a tudo que foi mais importante,nem ouso comentar. Grande abraço,Anna

  • Luiz

    AK, eu tenho uma dúvida, Ramirez e Ernanes são os dois melhores jogadores no Brasil? OU dois dos melhores jogadores do Brasil?

    AK: Ramires e Hernanes são dois dos melhores jogadores do Brasil. E serão grandes jogadores por muito tempo. Um abraço.

  • Massara

    André,

    Veja só. Como você noticiou, o Adriano marcou um gol com a ajuda do braço no clássico de Milão, no último domingo. Assisti ao lance várias vezes e não consigo ver intenção do Imperador em colocar a mã na bola. Fato é que ele errou o cabeceio, a bola resvalou na sua mão e entrou.

    Minha intenção, contudo, não é analisar se o gol foi ou não válido. O que chama minha atenção é que acabo de ler que um promotor da justiça desportiva italiana vai denunciar o Adriano para que ele seja suspenso por até dois jogos (dependerá do que o árbitro houver colocado na súmula do jogo – se viu ou não viu a bola tocandoo no braço) pelo lance.

    Nós criticamos o STJD, mas na Europa estes absurdos acontecem também. Mesmo que o jogador tivesse dado uma “cortada” dentro da área e marcado o gol, como é possível pretender transferir um erro do árbitro (que não viu, ou viu e interpretou que não houve irregularidade) para o jogador?

    Daqui a pouco, o cara que fizer um gol de mão vai ter que confessar ali na hora para o árbitro que ele fez o gol de forma irregular, para não ser suspenso.

    Só me faltava essa.

    Abs.

  • fabio leandro

    andré tenho um assunto muito delicado a tratar com vc.

    Interna seu pai urgente, foi um absurdo a entrevista dele com o boquita, ontem a noite na CBN.
    Primeiro ele disse q o garoto tinha 20 anos, depois disse q o garoto tinha sido campeão sulamericano com a seleção na semana passada. E não contente, perguntou ao garoto, se o toque q ele deu ao André santos, no gol do timão foi sem querer. Meu DEUS, isso é caso de intervenção ou internação.
    Estou brincando com a situação, mais sou fã do juca, e ele não pode iniciar uma entrevista sem ao menos conhecer o entrevistador, nem q seja a história do garoto, nas duas últimas semanas.
    Tentei enviar um comentário no blog dele, mas não sou assinante, vc sabe, né…

    Um abraço

  • Ricardo Malafaia

    Prezado André,
    puxa vida… você deve prestar mais atenção aos lances em campo. A suposta falta de Fortunato foi fora da área. Não houve pênalti neste lance, como também não houve o pênalti convertido pelo Tardelli – de acordo com as palavras do próprio Carlos Alberto. O penalti do jogo, que não foi marcado, aconteceu em Wellington Paulista no final do jogo.
    Mas, para mim, o mais importante do seu comentário é uma aparente complascência com a fala totalmente destemperada, esquizofrênica do presidente Atlético. Se há quadrilha, por quê o Atlético entrou em campo na 1ª rodada do mineiro? Por quê não houve denúncia anterior? Simples: porque a estratégia de Alexandre Kalil e de Leão é tão somente desviar o foco de mais uma derrota do Atlético para o Cruzeiro, ao mesmo tempo em que coloca pressão na arbitragem para a fase mata-mata. Foi exatamente desta forma que o Atlético obteve sua última vitória contra o Cruzeiro, em 2007.
    Em tempo: ao final do jogo, Leão declara às rádios que o juiz não deveria ter feito isto, “afinal, ele mora em BH” sugerindo, aqui, um revide do torcedor atleticano. É triste, André, nestes tempos complicados ter de escutar uma fala tão irresponsável e inconsequente de alguém que se julga comandante.
    Abraços.

  • Erico

    Sensacional a entrevista do Mourinho, oq vc acha dele ak. Bom, metido arrogante ?

    AK: Como todos nós (ou a maioria, porque há quem pense o contrário), ele se acha. Mas é competentíssimo. Esse episódio mostra, também, que está mais simpático.

  • Victor

    Não li muitos comentários sobre isso, mas o que Hernanes fez no clássico foi brincadeira! Se ele jogar toda partida daquele jeito, poderá admitir de uma vez que é meia e não volante, sem medo de concorrência na seleção.
    Finalmente um jogador que tenta – e acerta !!! – dribles. Finalmente um jogador que habilidoso que joga para frente e não para os lados. Finalmente um jogador que realmente trabalha os passes no São Paulo.
    O cara é “O” cara.
    Pena que se continuar jogando assim não fica muito mais tempo no tricolor.

  • Geraldo

    O depoimento de uma pessoa que conhece muito bem o São Paulo e o Morumbi demonstra:

    O SÃO PAULO ERROU.

    (o texto original, postado em um blog pessoal, possui alguns palvrões, que eu creio que podem ser editados pela moderação, sem prejuizo das informações reveladoras apresentadas)

    ******

    Entendi direito?

    by RicaPerrone

    Quem não conhece o Morumbi vai achar que o post é critica a diretoria tricolor. Quem conhece, vai saber do que estou falando.

    Fui me informar hoje sobre como foi a organização das torcidas neste domingo.

    Deixa eu ver se entendi…

    A torcida do Corinthians entrou numa rampa junto com a torcida mais elitizada do SPFC, setor Visa, divididos por um mini-muro improvisado onde couberam 6 mil pessoas num espaço de 3 metros para entrar?

    Colocaram a torcida rival entre a organizada e a mais elitizada de todas? Aquela que paga uma fortuna para ficar tranquila ficou, pasmem, ao lado da torcida organizada do Corinthians?

    A torcida rival tinha como visão interna a sede social do SPFC e não a rua? Ou seja, num eventual corre-corre, podiam atirar coisas pra dentro do clube e machucar os sócios do SPFC?

    O setor amarelo de arquibancada, aquele bem longe dos tricolores, ficou vazio?

    O Morumbi não pode receber torcida rival embaixo porque tem a loja. No meio porque é numerada, e em cima porque vendeu pro Visa. Portanto, a partir de agora, a torcida rival se torna um aumento de perigo para os que pagaram mais caro no estádio e ficam no Visa, separados por um vidro dos conflitos?

    Alem disso, o SPFC mudou as entradas da imprensa e não avisou, causando transtorno a todos?

    Resumindo: O SPFC modernizou o Morumbi a ponto de não ter espaço para receber visitantes?

    Olha, me perdoem a franqueza. A culpa por um ato de vandalismo é sempre do vandalo. Jamais o fato de voce ser burro de ir com um rolex na praça da sé meia noite isenta o ladrão de ser ladrão.

    Mas que você é burro, isso é.

    PS – Post dedicado apenas a quem conhece o Morumbi, clube, rampas e etc. Os demais não podem entender o que estou falando, óbvio.

    PS 2 – SPFC ou PM. Não sei quem teve a genial ideia de meter os caras na vermelha. Seja quem for… que baita cagada, hein? rsss

    Não confia em mim? Ouça o José Silvério… , dica de RodrigoduContra, o maior corintiano que conheci. rssss

    Abs,

    RicaPerrone

    http://ricaperrone.wordpress.com/

  • Jean Frank

    AK, bom dia!

    O Atlético reclama, e muito, um penalti no início da partida, mas a falta (realmente aconteceu) foi FORA da área.

  • Marcel Souza

    Que figura esse Mourinho! Imagina se algo do tipo acontecesse aqui no Brasil… Se bem que aqui já aconteceu de diretor se “auto-entrevistar”, ahaha!

  • Corinthians quase completo?

    DOMINGO: Felipe, Jean, Willian, Escudero, Túlio, Cristian, Elias, Douglas, André Santos, Morais e Jorge Henrique

    IDEAL: Felipe, Alessandro, Chicão, Willian, André Santos, Cristian, Elias, Boquita (Morais), Douglas, Dentinho e Ronaldo

    4 Desfalques!!!
    E que desfalques: Alessandro (Jogar com Túlio na lateral é pra matar um do coração), Chicão (Zagueiro artilheiro), Dentinho (Principal nome do ano passado) e Ronaldo (Dispensa comentários)

    Abraços

  • Leandro Thomé

    André,

    O que você acha de uma possível punição ao Adriano pelo gol de braço?? Eu acho um absurdo cogitarem tal coisa, quanto mais uma punição pra valer… a malandragem faz parte do jogo, sem falar que ele cabeceou e a bola pegou no braço depois.

    Abraço

    AK: Também acho absurdo. O que não faz o gosto pelos holofotes… um abraço.

  • Jovaneli

    Viva a arbitragem eletrônica…hehehe

    A propósito, a exemplo do blogueiro, sou defensor do uso da tecnologia para ajudar o árbitro em lances dentro do campo. Pelas regras, isso ainda não é permitido. Digamos que não oficialmente.
    Mas por acaso existe alguma lei que impede a filmagem dos torcedores, dentro e fora do estádio? E o tal cadastro de torcedores organizados, não está no computador da polícia?
    Oras, se a imagem mostra um grupo brigando, identifica-se todos e cadeia. E se o tal cadastro mostra que o marginal faz parte de torcida organizada, cadeia ao quadrado.

  • Diego Brandão

    André, fiquei surpreso ao não ler nenhum post seu sobre o All Star Weekend. O que achou da dupla Kobe-O’Neal? E da personalidade e habilidade do Chris Paul? De Wade e Lebron? Fico no aguardo! Abraços!

  • Roger

    so pra dizer ,como citou um torcedor ,a declaracao
    do “tecnico”Leao ao dizer que o juiz mora em BH
    Isso sim merece uma punicao pois foi uma incitacao a violencia
    e quase uma instigacao para um ato de violencia
    Numa sociedade onde pessoas se perdem na rivalidade sadia do futebol
    uma declaracao como esta e feita
    e de se lamentar
    e o pior e que nao houve nenhuma condenacao por parte da imprensa
    Abraco AK
    gosto muito da sua coluna
    e saudacoes azuis
    Roger

  • Beto

    André, já reviu o lance do suposto pênalti do Leo Fortunato? Continuo achando que foi fora da área, o que não o exime da falta e do cartão (quanto à cor do mesmo, acho que qualquer que fosse geraria reclamações, de um lado ou de outro). Quanto às declarações do Kalil, se você não leu, sugiro ler:
    http://lancenet.com.br/clubes/CRUZEIRO/noticias/09-02-17/489983.stm?zeze-perrella-responde-alexandre-kalil
    Achei interessante também dois comentários postados no blog do Juca, me desculpando pelo tom nada cordial do autor:
    [Neverminder] [BH]

    Juca, só de curiosidade: nos ultimos 10 jogos, as maiores goleadas do Cruzeiro sobre o monotitulo foram apitadas por árbitros de fora de MG…. O 5 x 0 foi o Roman O 4 x 2 de 2007 foi o PC Oliveira O 4 x 2 no Uruguai foi o Jorge Larrionda…. Ou seja, quando o juiz é mineiro (e o presidente da FMF é conselheiro do CAM) o placar é mais apertado, mas o Cruzeiro sempre ganha… E depois eles ainda vem chorar de roubalheira? Façam-me o favor

    17/02/2009 14:44

    [Neverminder] [bh]

    Juca, algumas correções: 1) a tal falta que os monotitulo choram foi claramente fora da área, portanto, não foi penalti. 2) o juiz tb não marcou um pênalti vergonhoso a favor do Cruzeiro, numa falta em Wellington Paulista 3) o juiz compensou o tal “pênalti” (repito, fora da área) não marcado assinalando um pênalti inexistente (segundo declaração do Marcio Araujo, volante do galinho, após o jogo) 4) a diretoria do Cruzeiro queria árbitro de fora do estado para apitar esse jogo, atitude que não foi aceita por imposição do Sr. Alexandre Kalil, presidente do CAM 5) por que a diretoria do CAM não falou em quadrilha após o 1º jogo da final do Mineiro de 2007 (ultima vitória das cocotas contra o Cruzeiro), naquele fatídico 0 x 4, em que o 3º gol do CAM foi resultado de penalti inexistente (falta fora da área) e o 4º gol foi irregular (na saida de bola pelo Cruzeiro haviam 3 jogadores do CAM no campo adversário comemorando o 2º gol) 6) pq ninguem fala que o pres. da FMF é conselheiro do CAM ?

    17/02/2009 14:38

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo