TAÇA SIMPLES



A foto é de autoria (e cortesia) do meu camarada Everaldo Marques, narrador dos canais ESPN. Se você gosta de futebol americano e não conhece o blog dele, deveria.

O que está na foto é o símbolo da glória na NFL, o troféu Vince Lombardi. Para as tradições americanas, é surpreendente que ele não seja uma peça extravagante, tipo “ouro cravejado de diamantes”. A taça do Super Bowl é de prata, tem 58 centímetros e pesa pouco mais de 3 quilos. Vale US$ 12.500,00.

Durante a semana do jogo, o troféu fica exposto numa tenda no “NFL Experience”, onde uma longa fila se forma para que os fãs tenham a chance de uma foto.

A Uefa costuma fazer a mesma coisa com o troféu da Champions League, às vésperas da decisão, com os mesmos resultados.

Mas há uma diferença. Diz a Uefa que o troféu da UCL que fica em exposição – durante o dia – na semana da final é o único que existe em disputa. Cada clube campeão pode guardá-lo em sua sala de conquistas por dez meses, e é obrigado a devolvê-lo dois meses antes da decisão seguinte, quando recebe uma réplica um pouco menor.

Clubes que vencem a Liga dos Campeões cinco vezes, ou em três anos consecutivos, têm o direito de ficar com a taça para sempre.

Já a NFL não faz a menor questão de conferir uma “aura sagrada” ao troféu Vince Lombardi. Cada time que vence o Super Bowl garante o seu. Só precisa entregá-lo para a joalheria Tiffany fazer a gravação do nome do campeão, placar final e data do jogo, e esperar alguns dias para recebê-lo de volta.

Só um time campeão não possui o troféu original: o Baltimore Colts, vencedor do Super Bowl V, em 1971. O ex-dono dos Colts, Carroll Rosenbloom, apoderou-se da taça quando vendeu a franquia

A cidade de Baltimore pediu uma cópia à Tiffany, que permaneceu por lá mesmo depois de 1984, quando os Colts se mudaram para Indianapolis.

O nome do troféu é uma homenagem a uma figura lendária do esporte nos Estados Unidos, técnico duas vezes campeão do SB.

É bem provável que o troféu que os torcedores fazem fila para ver e registrar não seja o que vai parar nas mãos do dono do time vencedor. A NFL diz que sempre tem uma caixa de reserva de prontidão, para o caso da taça sofrer danos durante da comemoração.

Como o seguro morreu de velho, o que vai para a “NFL Experience” deve ser mais um.



MaisRecentes

O início



Continue Lendo

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo