NEGÓCIO FECHADO?



Arabianbusiness.com é o site que, em agosto do ano passado, noticiou primeiro a venda do Manchester City para o Abu Dhabi United Group.

Há poucos minutos, o site informou que o Xeque Mansour bin Zayed Al Nahyan disse a amigos, por volta das 18 horas em Dubai, que Kaká aceitou a proposta do clube inglês.

Se confirmada oficialmente, a negociação (150 milhões de libras, R$ 520 mi) será a mais cara da história do futebol, e transformará Kaká (500 mil libras, R$ 1,73 mi/semana) no jogador mais bem pago do mundo.

O mesmo site divulgou, pela manhã, que as negociações estavam avançando, e que os árabes esperavam anunciar a contratação no domingo.

Parece que o Xeque Mansour (se é que eu posso chamá-lo assim…) não quis esperar o fim-de-semana.

ATUALIZAÇÃO, 19h54 – Teria o Xeque se principitado no happy hour (só com água e refrigerantes, claro) desta sexta-feira com os amigos em Dubai? Imagine a cena: um diz que tem um iate que vale X, outro fala que comprou um avião que custa Y, e o Xeque Mansour bate na mesa e solta que arrematou um jogador de futebol por 150 milhões de libras

Ou será que foi o arabianbusiness.com que ficou com os pés gelados?

O fato é que, menos de uma hora depois dar o martelo como batido, o site árabe retirou a informação de sua página de esportes, substituindo-a pela notícia de que os representantes de Kaká estariam pedindo 20% a mais em salários, como compensação por ele não disputar a UCL na próxima temporada.

Hmmmmm…

Só que, até no mundo virtual, o que está feito está feito. Além da foto que ilustra este post, aqui está a nota que desapareceu.

O Man City nega o acerto, mas demonstra confiança no sucesso da investida.

Há quem diga que “boatos são fatos prematuros”, vejamos o que acontecerá.

Eu ficaria no Milan, mas é muito fácil dizer isso (no meio das minhas bem aproveitadas férias) sem precisar tomar a decisão.

Bom fim-de-semana.



MaisRecentes

Terceirão



Continue Lendo

“Algumas tapas”



Continue Lendo

Humanos



Continue Lendo