CIELO GANHA MAIS UMA



Declarações de César Cielo, medalha de ouro nos 50m livre e bronze nos 100m livre em Pequim 2008, ao jornal Zero Hora:

______

Pergunta — Depois da Olimpíada, você entrou em rota de colisão com a CBDA. Pode explicar sua briga com o presidente Coaracy Nunes?

César Cielo – Não é briga. Eu quero transparência. Ninguém sabe quanto a CBDA recebe dos Correios. É um absurdo. Eu ganhava R$ 1,2 mil antes da Olimpíada. Agora recebo R$ 6 mil. Não sei se é muito, se é pouco. Mas eu queria saber como chegaram a esse cálculo. E quanto a CBDA recebe dos Correios? Nenhum atleta sabe. Todos se calam. Sei que estou sozinho. Falta coragem aos outros atletas. Posso questionar porque ganhei uma medalha olímpica. Sei que posso estar incomodando, mas defendo a transparência. Existem alguns que tentam me desmentir por puro medo de perder o pouco de apoio que recebem. A situação da natação brasileira é triste: cada um por si e Deus por todos. Apoio oficial não existe. Não existe.

Pergunta — Você não tem medo de se queimar reclamando publicamente?

Cielo – Não, porque sou uma pessoa de princípios. Posso ser novo, mas sei o que é certo e errado. Não concordo com a maneira com a qual a CBDA trata seus atletas. Eu mesmo não vou em 2009 nadar as competições que a CBDA determinar. Vou fazer o calendário que for conveniente para mim. Fico triste pelos outros nadadores que fazem provas que não acrescentam nada, por ter de seguir sempre em bando. A CBDA não age de maneira moderna e não pensa individualmente nos atletas. É um absurdo e eu não vou ficar quieto.

Pergunta — Sua postura firme é porque seu sucesso nas piscinas aconteceu graças a sua família?

Cielo – Lógico. Não sei se posso ser considerado aborto da natureza ou fracasso do Brasil, como alguém já me disse. Fracasso porque consegui o que consegui graças ao suor dos meus pais. E não de uma estrutura esportiva montada no Brasil. Isso não existe. O meu sucesso é da minha família e não de uma política esportiva brasileira.

Pergunta — E como você viu a cobertura da natação em Pequim?

Cielo – Ah, tinha um monte de gente que não tinha a menor noção do acontecia. Um cara na China veio me entrevistar e me chamou de Thiago Pereira o tempo todo. Respondi só para tirar onda dele. Outro elogiou para a minha mãe a virada que dei nos 50 metros quando ganhei a medalha. Nos 50 metros não tem virada! É muita estupidez e despreparo. A maioria dos jornalistas na China caiu de pára-quedas. Fingimos que não percebemos. A moçada entende só de futebol.

Pergunta — Você não foi reconhecido nem por repórter brasileiro? E as medalhas que tinha conseguido no Pan não valeram?

Cielo – Vou falar a verdade: fora do Brasil, o Pan não é nada. A minha faculdade não coloca no meu currículo as medalhas do Pan. Acham que até iria desvalorizar. Os EUA vieram para o Brasil com o time C. A verdade é essa. Houve muita festa à toa.

______

Que maravilha. Parabéns ao Cielo, por agir como um verdadeiro ídolo esportivo: posicionando-se.

Quanto maior o número de atletas conscientes de seu papel, menor o número de cartolas predadores.

A entrevista completa, feita pelo jornalista Cosme Rímoli, está aqui.



  • Eduardo Ellery

    Como não havia nenhum comentário, tive que escrever algo.

    O que este garoto fala, não vale menos que sua medalha de ouro. Sensacional. Realmente, Cielo ganha mais uma.

    Como gostaria que cada brasileiro lesse esta entrevista… e percebesse que outros esportes sofrem da mesma forma…

    Encaminharei este post para o máximo de pessoas que puder.

  • Pedro Valadares

    Fantástico. Cielo está aproveitando a visibilidade de uma forma boa. De repente, ele pode transcender a barreira de ídolo do esporte para por seu nome no história e servir de exemplo para atletas engajados. Parabéns pela divulgação da entrevista, André!

  • Leonardo Lopes

    Clap, clap, clap, clap, clap!

  • Willian Ifanger

    Espetacular…..exemplo de uso correto do peso da medalha olímpica.

  • Vinicius Dorta

    Seriedade e transparência, será que é pedir demais p/ a cartolagem? Pelo jeito sim….por isso me preocupo com a “farra do boi” copa do mundo 2014…

  • Lula_Dodói

    é melhor esperar um pouco pra ver se ele não arrega de novo.

  • Fernando Monteiro Neto

    oh, que maravilha!!!!

    fiquei ainda mais fã. tomara que incite uma onda de coragem. vida longa à Cielo. em todos os sentidos

  • Teobaldo

    Não obstante ao claro posicionamento do atleta, o que é sempre elogiável e merecedor do nosso reconhecimento, farei alguns contra-pontos. 1) Para mim é inacreditável que um jornalista brasileiro tenha passado o tempo todo chamando-o de Tiago Pereira. Vale lembrar que não está claro na entrevista que o tal jornalista era brasileiro. 2) Jornalista algum, escalado para uma cobertura tão específica, exceto em caso de ter sido traído pelo inconsciente, perguntaria sobre uma virada no 50m. 3) Que os atletas americanos no Pan eram do 3º time, todo mundo que acompanha, minimamente, o esporte, já sabia. Entretanto, nenhum atleta brasileiro, incluindo o César Cielo, disse isso naquela época.

  • Gutow

    Brilhante, incrivelmente brilhante. Quem dera todos os ídolos do esporte brasileiro agissem da mesma maneira.

  • Resposta de Cosme Rímoli ao Teobaldo.
    Segundo o Cielo, o jornalista que o chamava de Tiago Pereira era bem brasileiro. E, ainda de acordo com ele, houve repórter que não percebeu que a cobertura era assim tão específica e não entendia nada de natação. Assim, falar em virada nos 50 metros, infelizmente, se justifica.
    Eu quero mandar um grande abraço a André Kfouri que permitiu que a matéria publicada no Zero Hora chegasse a outros olhos e mentes.
    E enaltecer a coragem de Cesar Cielo que exige transparência à CBDA quando poderia se acomodar como tantos fazem e fizeram.

    AK: Outro abraço, Cosme. E parabéns pela entrevista.

  • Klaus

    Realmente imprescindível que ídolos tornem as coisas publicamente claras, como realmente são. Infelizmente, o problema da “censura” a esses pontos de vista começa na infância do atleta. Na minha cidade, os atletas se desesperam quando não sai no jornal que o governo municipal o apoiou (?) em determinada competição. Por que? Ora, a secretaria de esportes simplesmente afirma que se o “agradecimento” não sair na imprensa, corta o patrocínio… Eis o Brasil, uma vergonha! Abraço!

  • Daniel Ricci Araújo

    Cesar Cielo, nosso pequeno Muhammad Ali aquático.

    Que assim siga!

  • Leonardo Lago

    Matou a pau!

  • Rogerio J

    André, afinal, quem é o verdadeiro Cesar Cielo? Abaixo, um Cesar Cielo que me surpreendeu, negativamente, não faz muito tempo. Também entristeceu o ótimo Paulo Calçade. Aliás, “roubei” do blog dele (http://blogs.espn.com.br/calcade/?p=756)…

    Cielo volta atrás nas críticas à CBDA e diz que “estava errado”

    por Gazeta Esportiva

    Um dia após tecer inúmeras críticas à administração da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Cesar Cielo mudou o tom, garantiu que tudo foi esclarecido após reunião com o presidente da entidade, Coaracy Nunes, e admitiu que “em vários pontos estava errado”.

    Na terça-feira, durante a disputa do Troféu José Finkel de natação, que está acontecendo nas piscinas do Corinthians, em São Paulo, Cielo havia centrado suas reclamações com relação a CBDA em dois pontos principais: o fato de ainda não ter recebido premiação em dinheiro depois de faturar nos Jogos Olímpicos de Pequim uma medalha de ouro e uma de bronze e a “encheção de saco” de Nunes, com quem entrou em seguidas desavenças no último ciclo olímpico, especialmente por treinar nos Estados Unidos e não no Brasil.

    No entanto, a conclusão à qual o atleta havia chegado no dia anterior, de que a CBDA nada tinha a ver com as suas conquistas na China, foi deixada para trás nesta quarta, quando ele retornou ao Corinthians para prestigiar o José Finkel em um tom muito mais ameno, assegurando que a reunião realizada com Nunes foi bastante proveitosa.

    “Esclarecemos tudo, passamos uma borracha e graças a Deus deu tudo certo”, afirmou o único campeão olímpico da história da natação brasileira ao Sportv. “Tudo me foi explicado e vi que em vários pontos eu estava errado. Nada com uma boa conversa para resolver tudo mesmo”, concluiu.

  • Fabio N

    Parabéns Cielo, por falar aquilo que muitos acham mentira: “fora do Brasil, o Pan não é nada”
    Faltou uma pergunta importante: “Você é a favor de uma Olimpíada no Brasil?”

  • Leonardo

    Peraí, há algo errado nessa estória. Para saber quanto os Correios gastaram não é preciso ir longe. Num tempo em que há o MP, o TC e a imprensa investigativa inteira cobrindo o assunto, dizer que não se sabe quanto de dinheiro uma empresa pública pôs no esporte é, senão piada, busca dos holofotes. Admiro o Cielo pela postura que teve, mas, agora, nada se fala do acordo feito com a CBDA e o Coaracy? Algo de muito estranho resiste nesse assunto. O que vc acha, André?

  • Antoniel

    Honestamente não gosto desse estilo falador. Aliás, gosto, quando tem o sentido de crítica construtiva, como nesse caso da falta de transparência.

    No entanto, tem hora que Cielo dá pedrada apenas por dar. Aí dois meses depois a CBDA da um “cala a boca” pra ele, e ele muda de discurso DE NOVO.

    Pelo visto o “cala a boca” caiu na conta dele no dia seguinte àquela entrevista do Troféu Brasil, mas o acordado na época não foi cumprido, aí ele ta soltando a lingua de novo. Consigo imaginar daqui a pouco tempo um novo presente caindo na conta dele, e uma nova mudança de opinião.

  • Essa é uma situação complicada… Será que o Cielo falaria algo se ele não fosse campeão olimpico?
    Agora eu o admiro ainda mais pelas suas declarações, mas acho que ele poderia te-las dito antes!
    Em um país onde todos tem os seus “esquemas”, denunciar e falar abertamente sobre seu salário é um caso raríssimo…

  • Wendell Vieira

    Sensacional!!!

  • Parabéns ao Cielo! Ele já protestou várias outras vezes e vemos pela sua espontaneidade que é um rapaz de bons costumes, boa formação moral. (Agora, Cosme Rímoli, não engulo aquele papel que vc fez no programa da Rede TV, de garoto de recado de torcida organizada, mandando jogador “TOMAR CUIDADO PQ TAL ORGANIZADA TAVA DE OLHO E ESTARÁ EM TODOS OS LUGARES!”… Foi mais ou menos isso. Como jornalista que diz ser, ainda espero explicações para o fato bizonho.)

MaisRecentes

A notícia de conforto



Continue Lendo

Metamorfose



Continue Lendo

Classificado



Continue Lendo