COLUNA DOMINICAL



Está sentindo a ponta de seu nariz se transformar numa circunferência vermelha? Dê uma olhada no espelho para conferir. Eu sei, não é a primeira vez que isso acontece, e a gente acaba se acostumando. Afinal, é preciso tocar a vida, né?

É isso que as nossas autoridades político-esportivas estão fazendo, tocando a vida. E rindo da sua cara. A matéria assinada pelo repórter Ary Cunha, na edição de ontem de “O Globo”, é mais um capítulo do filme porno-trash que mostra os bastidores do lobby das entidades esportivas na capital do país.

Na quinta-feira, dia seguinte ao pedido de instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) no Congresso, para investigar o uso de verbas públicas no Comitê Olímpico Brasileiro e em suas confederações, senadores do PMDB retiraram suas assinaturas.

São necessárias 171 assinaturas na Câmara e 27 no Senado. O deputado Miro Teixeira (PDT/RJ) e o senador Álvaro Dias (PSDB/PR), autores do pedido, coletaram 194 e 33, respectivamente. Mas o líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), retirou seu nome e pediu para seus colegas fazerem o mesmo. Raupp disse que mudou de idéia após conversas com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e com o senador Francisco Dornelles (PP/RJ).

O argumento para a debandada é que uma investigação que busca transparência no repasse do seu (é, Bozo, seu) dinheiro ao esporte de alto rendimento no Brasil, pode comprometer a realização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.

Eles só pensam nisso. Num país miserável em que as crianças não estão nas escolas (e as poucas que estão não praticam esportes), o Ministério do Esporte acha bonito gastar 1,8 milhão de reais na festa do COB que premiou os melhores atletas olímpicos do país. É “investimento na promoção da Olimpíada”. E você, Bozo, aplaude.

Nossos cartolas e seus amigos em Brasília, há muito tempo, perderam a vergonha. Não estão nem um pouco preocupados com a própria imagem ou com o que a sociedade (excluídos, obviamente, os baba-ovos midiáticos e seus cordeiros) pensa deles. Alguns até deixam de ir ao cinema para evitar um encontro desagradável com gente mais (ou ainda) preocupada com o exercício da cidadania, mas podem fazer esses programinhas tranquilamente em Miami ou Zurique. E como viajam…

O negócio deles é rir. De você, de mim, das leis. Ou será que o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, abandonou recentemente uma audiência pública no Congresso, um fato inédito e histórico, com outro propósito?

A CPMI está sob ataque nuclear, mas resiste. Os parlamentares favoráveis à criação de uma política nacional de esportes, condição para que o Brasil seja, um dia, um país olímpico, desconfiam que as verbas destinadas ao esporte estão sendo usadas politicamente pelo lobby. Contam com o apoio de nomes como Raí, Ana Moser, Flávio Canto, Joaquim Cruz e Lars Grael, do movimento “Atletas pela Cidadania”.

E você, Bozo, vai continuar ignorando o tamanho do seu nariz?

******

Pelo rapa que o São Paulo está fazendo no Fluminense, parece até vingança pela eliminação na Libertadores… claro que não é o caso. O curioso é que se o Flu não tivesse perdido a Copa nos pênaltis, dificilmente perderia jogadores seduzidos pela chance de disputá-la.

O campo magnético do tricampeão brasileiro fica mais forte a cada título, e isso atrai jogadores (quase) tanto quanto boas propostas e boa estrutura.

Primeiro, o Real Potosí e seu estádio nas nuvens, a quase 4 mil metros de altitude. Depois, se der tudo certo, um grupo com LDU, Sport e um chileno.

Dificuldades que não estariam no calendário do Palmeiras se o BR-08 não tivesse terminado com uma derrota, em casa, para o Botafogo.

Chelsea x Juventus, Real Madrid x Liverpool… jogões do mata-mata da Liga dos Campeões da Uefa. Pena que é só em fevereiro.

Enquanto escrevo, Manchester United e LDU duelam em Yokohama, 0 x 0. Os Diabos Vermelhos acabam de ficar em desvantagem numérica: Vidic foi expulso.

Já viu esse filme?

Um senhor chamado William Mark Felt morreu na quinta-feira, nos Estados Unidos, aos 95 anos.

Talvez o nome não lhe diga nada. Mas “Garganta Profunda” diz?

Pois é. Felt era a fonte dos repórteres Bob Woodward e Carl Bernstein, do Washington Post, que denunciaram o escândalo conhecido como “Watergate”.

“Todos os Homens do Presidente” (livro e filme, excepcionais) conta essa sensacional história de jornalismo bem feito.

Tenho uma sugestão para punir os crápulas que foram flagrados assaltando as doações para as vítimas da tragédia em Santa Catarina.

Trabalhar (sem remuneração) para as famílias que perderam tudo, até que suas vidas sejam retomadas.

Sete dias por semana, sem folga.

O supervisor deles seria o senhor que devolveu os R$ 20 mil achados dentro de um casaco que foi doado.

Gol do Man Utd., Rooney. Os ingleses melhoraram depois da expulsão.

Não sei se você tem visto a NBA (eu certamente tenho), mas é incrível como o Boston Celtics joga como campeão noite após noite.

Acabou o jogo no Japão. Manchester United campeão do Mundial de Clubes.

Um ótimo domingo.

E um feliz Natal.



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo