MERCADÃO



Ah, as compras de fim de ano…

Afetadas pela crise mundial, mas necessárias para um ano-novo melhor.

Clubes sacam a caneta, jogadores beijam a camisa, o torcedor nem sempre aprova.

O blog vai acompanhar as (principais) transações, informando e opinando conforme elas se tornarem oficiais. Repetindo: só negócio fechado, de preferência após a apresentação.

Para diminuir o “valor do frete”, vou agrupar um número razoável de contratações, de quando em quando, e fazer um post só.

Portanto, não seja chato apressado, com comentários do tipo: “E aí, meu Tabajara contratou o Perninha ontem, você vai comentar ou só fala do São Paulo?”

Aí vai o primeiro carregamento:

______

QUEM: Wágner Diniz (lateral-direito, ex-Vasco) e Eduardo Costa (volante, ex-Espanyol)

POR QUEM: São Paulo

SITUAÇÃO: contrato de 3 anos, para ambos

OPINIÃO DO BLOG: Bom no apoio, Diniz pode ser o lateral que o São Paulo procura desde que Cicinho foi embora. A necessidade de um especialista na posição era, como diz Cláudio Carsughi, clamorosa. No meio-campo, a chegada de Eduardo Costa parece sob medida. Principalmente se Hernanes sair.

______

QUEM: Cleiton Xavier (meia, ex-Figueirense) e Marquinhos (meia, ex-Vitória)

POR QUEM: Palmeiras

SITUAÇÃO: Os dois chegam ao Palmeiras via Traffic, parceira do clube. Contrato de 4 anos para Xavier, e um ano (informação que precisa ser confirmada) para Marquinhos.

OPINIÃO DO BLOG: Destaques de seus clubes no BR-08, Xavier e Marquinhos aumentam as opções no meio-de-campo do Palmeiras. Os dois têm qualidade para chegar e jogar. Xavier é mais criativo, Marquinhos mais definidor. Talento no meio nunca é demais.

______

QUEM: Madson (meia, ex-Vasco)

POR QUEM: Santos

SITUAÇÃO: Chega ao Santos via Grupo Sonda. Contrato de 3 anos.

OPINIÃO DO BLOG: Madson ganhou projeção num time que o torcedor do Vasco quer esquecer. O baixinho é habilidoso em alta velocidade, e não tem medo de chutar. O Santos é carente no setor.

______

QUEM: Ronaldo (atacante), Jean (zagueiro, ex-Grêmio), Túlio (volante, ex-Botafogo) e Jorge Henrique (atacante, ex-Botafogo)

POR QUEM: Corinthians

SITUAÇÃO: Contrato de 1 ano para Ronaldo. Para os outros, dois anos.

OPINIÃO DO BLOG: Sobre Ronaldo, tudo depende dele voltar a jogar futebol competitivamente. Se ele conseguir ser o Ronaldo do Milan, o Corinthians ganhará a aposta de alto risco que fez. Jean chega para reforçar o grupo, não tem como tirar Chicão ou William do time. Túlio protege bem os zagueiros, deve ser titular. Jorge Henrique é mais uma peça de um setor que, neste momento, ainda não tem configuração definida.



MaisRecentes

Amanhã



Continue Lendo

Novo



Continue Lendo

Virtual



Continue Lendo