NÃO É MONTAGEM



Não só para os corinthianos, a imagem acima é surreal.

Ronaldo, aquele jogador que só estamos acostumados a ver por aqui com a Seleção, ou em férias, vestiu a camisa de um clube brasileiro.

Vai morar em São Paulo e jogar no Corinthians em 2009.

É tudo inédito para quem gosta, acompanha, trabalha com futebol na cidade. Ainda mais para quem encontrá-lo no bairro de Higienópolis, onde ele deve alugar um apartamento, ou em qualquer outro lugar. Ronaldo não é uma pessoa comum, há algo relacionado a ele que provoca espanto nos outros.

Para mim, a ficha da contratação só caiu na noite de terça-feira passada, no Jornal Nacional. Durante a primeira declaração, o gerador de caracteres mostrou o seguinte: Ronaldo – atacante do Corinthians. É o tipo de coisa que você lê, e precisa ler de novo para ter certeza.

O clube fez uma bela festa para Ronaldo, no Parque São Jorge. Talvez a maior já vista no futebol brasileiro. Se o Corinthians acredita que ele ainda é capaz de se apaixonar por um sonho esportivo, e que esse sonho pode guiá-lo, de novo, ao sucesso nos campos, o primeiro passo foi bem dado.

Ronaldo provavelmente não esperava a recepção que teve.

Apenas uma sugestão para essas apresentações mais pomposas, com coletiva e aparição no gramado: pouquíssimo dos longos discursos de dirigentes/empresários/assessores (salvo raras e conhecidas exceções), sempre antes da palavra do astro, interessa aos jornalistas e ao público. E se o encontro com o torcedor acontece depois da entrevista, o jogador não tem como falar do que sentiu.

A melhor ordem é a inversa do que se fez hoje: festa no gramado – entrevista coletiva – declarações dos dirigentes. O jogador pode dar uma entrevista mais completa, e os dirigentes ficam disponíveis para eventuais perguntas. Faz mais sentido para todos.

Ninguém sabe se 2009 será fenomenal, como está escrito na camiseta que o Corinthians fez para comemorar a chegada de Ronaldo. Mas será diferente, pela presença de alguém que, há 14 anos, não joga futebol diante de nós.

Um bom exemplo é a mensagem de texto que apareceu no celular do assessor de imprensa do Corinthians, Guilherme Prado, na manhã de terça-feira passada: “Prepare-se para sua nova vida”.

Quem enviou foi outro funcionário do clube, que também terá sua vida transformada pela chegada de Ronaldo. A mensagem, claro, vale também para o próprio.



MaisRecentes

Perversidades



Continue Lendo

Arturito



Continue Lendo

Terceirão



Continue Lendo