NOTINHAS PÓS-RODADA



Parabéns ao São Paulo pelo tri(hexa)campeonato. E força aos vascaínos, que vivem o drama anunciado que palmeirenses e corintianos conhecem bem. As últimas notas de 2008:

* O empate (1 x 1: Adeilson e Washington – 49.178 pagantes no Maracanã) com o Ipatinga classificou o Fluminense para a Copa Sul-Americana, prêmio para o trabalho de René Simões.

* Com 21 gols, Washington é um dos três artilheiros (junto com Kléber Pereira e Keirrison) do BR-08.

* A vitória (2 x 0: Tcheco e Soares – 44.427 pagantes no Olímpico) sobre o Atlético Mineiro fechou a ótima campanha do Grêmio no campeonato.

* O vice-campeonato, com chances até a última rodada, é muito mais do que se imaginava para o time, no dia em que a competição começou.

* O gol de Borges (São Paulo 1 x 0 Goiás – público ND no Bezerrão), impedido, deu início à festa de um título que poucos são-paulinos acreditavam que veriam, se alguém perguntasse na metade do campeonato.

* Por isso o tri deve ser ainda mais saboroso do que os anteriores, especialmente para quem (como Muricy Ramalho) não jogou a toalha.

* Pouco a dizer sobre o empate (0 x 0 – 14.121 pagantes na Vila Belmiro) entre Santos e Náutico. * Fora, claro, que o Náutico permanece na Série A, pelo saldo de gols.

* Atlético Paranaense e Flamengo (5 x 3: Toró-contra, Rafael Moura, Marcelinho Paraíba-3, Júlio César, Zé Antonio e Alan Bahia – 22.019 pagantes na Arena) fizeram, de longe, o melhor jogo da rodada.

* A brincadeira que corria no Palestra Itália era que Caio Júnior finalmente conseguiu classificar o Palmeiras para a Libertadores. * Sport e Coritiba (4 x 3: Wilson-3, Marlos, Keirrison, Rodrigo Mancha e Durval – 12.970 pagantes na Bombonilha) também foi jogão.

* Serviu para o Sport fechar um ano feliz, e Keirrison se tornar artilheiro.

* A vigésima derrota (2 x 0 para o Vitória: Leandro Domingues e Adriano – público ND em São Januário) do Vasco – só o Ipatinga perdeu mais – selou o rebaixamento de mais um clube grande, vítima de administração predatória.

* Apesar do drama histórico, a Série B tem sido, em muitos casos, oportunidade de um resgate valioso. Que o Vasco siga esse caminho.

* Diferentemente do Vasco, o Figueirense (3 x 1 no Internacional B: Tales Cunha, Marquinhos, Rafael Coelho e Cleiton Xavier – 17.541 presentes no Orlando Scarpelli) fez sua parte, mas retornará à Série B em 2009.

* O acesso do Avaí, rival local, só aumenta a tristeza do alvinegro catarinense.

* O Cruzeiro (4 x 1 na Portuguesa: Athirson, Thiago Ribeiro, Vanderlei e Fernandinho-2 – 39.369 pagantes no Mineirão) terminou o campeonato no lugar em que criou raízes: o G-4.

* E será cabeça-de-chave da Libertadores 2009.

* Como em 2007, o Palmeiras precisava vencer em casa para se garantir na Libertadores. E como em 2007 (1 x 0 para o Botafogo: Wellington Paulista – 21.639 pagantes no Palestra Itália), perdeu.

* A pré-Libertadores é a diferença (e o consolo) de um jogo que retratou a campanha do time no campeonato.



MaisRecentes

Passo adiante



Continue Lendo

Futebol champanhe



Continue Lendo

ACM, 11



Continue Lendo