O CRUZEIRO VIBRA



Então o goleiro rubro-negro Bruno foi cobrado pelos companheiros por não ter cumprido a programação de fazer as refeições na concentração. A informação é do jornal “Extra”. Bruno não gostou do vazamento e transformou um problema pequeno num pesadelo interno. Revelou que tem dedo-duro no elenco, que há jogadores insatisfeitos com treinos em dois períodos, e que o Flamengo não tem estrutura. Acredite, se quiser (declaração ao globoesporte.com): “Isso não é culpa dos jogadores, nem do Caio. É culpa da diretoria. Tem que se programar direitinho. O que nos foi falado é que não teria mais dois períodos. Que iríamos treinar forte, mas só pela manhã. Mas cobraram do Caio porque o São Paulo treina em dois períodos e o Flamengo não. Ele passou isso para nós e eu respeito. Só que o São Paulo tem estrutura. Tem hotel, restaurante e concentração sem se deslocar. Não tem o estresse de pegar um trânsito, passar 40 minutos para chegar em um local. O jogador não descansa. Dorme meia hora e fica com sono no treino.” Era tudo que o Flamengo precisava antes da decisão de domingo no Mineirão.



MaisRecentes

Cognição



Continue Lendo

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo