O GAJO MERECE



Ontem à noite, numa entrevista com Deco, perguntei a opinião dele sobre o prêmio de melhor do mundo da Fifa desse ano. O meia do Chelsea é uma das pessoas mais qualificadas para falar sobre os candidatos. Jogou com Messi no Barcelona, joga com Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa. Para ele, CR é uma escolha óbvia. O prêmio divide opiniões e é bom que seja assim, mas não há nenhuma chance de o português perder essa. Um dos “problemas” do prêmio da Fifa é que ele está longe do principal momento do futebol europeu, que é o que verdadeiramente interessa na eleição. A parte mais importante da temporada na Europa é o primeiro semestre, quando as ligas são decididas e o campeão continental é conhecido. O prêmio é entregue no fim do ano (o de 2007 foi em dezembro; o de 2008 será em 12 de janeiro de 2009), e geralmente o período entre um momento e outro acaba sendo usado contra quem arrebentou lá atrás. A não ser que o mesmo jogador seja decisivo também no Mundial de Clubes, como fez Kaká no ano passado. Cristiano Ronaldo levou o Manchester United aos títulos da Liga Inglesa e da Liga dos Campeões. O troféu desse ano tem de ser dele.



MaisRecentes

Terceirão



Continue Lendo

“Algumas tapas”



Continue Lendo

Humanos



Continue Lendo