COLUNA DOMINICAL



Se o propósito do seu domingo é secar (um ou) os dois principais candidatos ao título do BR-08, cancele os planos. Você não acha que São Paulo e Grêmio, em casa, deixarão de vencer seus jogos, acha? A tese de que o “campeonato será decidido fora de casa” é correta, e parte do princípio de que perder pontos como mandante é fatal. Vencer em casa não é uma questão de avançar na tabela, e sim de não perder terreno. Pois no fim-de-semana seguinte, os papéis se invertem. E aí sim (como o São Paulo tem feito nas últimas rodadas, e o Grêmio fez no domingo passado) é hora de dar o salto. Morumbi e Olímpico estarão cheios logo mais, e não vejo como alguém voltar para casa frustrado. O Figueirense, já submerso, deve afundar mais alguns palmos diante de mais de 50 mil são-paulinos. O Coritiba, dirigido pelo ex-técnico Dorival Júnior, terá a motivação de um sonâmbulo ao encarar cerca de 45 mil gremistas. E o blog aposta que a diferença do líder para o vice permanecerá nos dois pontos que, talvez, sejam os mesmos que o Grêmio deixou de ganhar quando ficou no 1 x 1 com o Figueirense, em Porto Alegre, há duas rodadas. Portanto, secador(a), guarde suas forças para o dia 23 de novembro. É quando o São Paulo irá a São Januário, e o Grêmio, ao Barradão. Paradas que já seriam duras o bastante, e que serão turbinadas por maletas voadoras e cartões propositais. Características infelizes dos momentos cruciais dos nossos campeonatos. O Brasileirão 2008, o mais disputado da era dos pontos corridos, será decidido neste dia. ****** Independentemente de opinião sobre o trabalho de Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras, é inaceitável que uma pessoa seja agredida por marginais, num saguão de aeroporto. A exemplo do que houve com Émerson Leão, em Santos, há imagens e testemunhas. Só não haverá punição. E é por isso que esse tipo de barbaridade continua acontecendo. Estou maluco ou a última notícia que tivemos de Adriano, logo antes de ser punido por José Mourinho, foi exatamente um comentário ligando a “boa fase” do atacante ao relacionamento com o técnico português? Aquela conversa de que “ele me liga quase todo dia…” Aí Mourinho mandou avisar: “não fico controlando meus jogadores.” E Adriano nunca mais foi visto na Inter de Milão. Teria trocado o número do celular? A propósito: ninguém no mundo está jogando, hoje, tanta bola quanto Alessandro Del Piero. Aos 34 anos. O brasileiro Amauri não só pode ver, bem de perto, como também se beneficiar do talento do meia da Juventus. Diz o jornal italiano Tuttosport que o Real Madrid ofereceu 50 milhões de euros pelo brasileiro, que seria o substituto de Ruud Van Nistelrooy. A crise dos mercados, pelo jeito, ainda não chegou ao Santiago Bernabéu. Luiz Felipe Scolari é mesmo um treinador genial. Com ele, Nikolas Anelka é artilheiro na Inglaterra. Se fosse brasileiro, Anelka só chegaria perto do Chelsea quando ficasse a um palmo da televisão. Caio Júnior só ficará no Flamengo se conseguir uma vaga na Libertadores, certo? E o presidente Márcio Braga, só ficará se o time for hexa? Bom domingo.



MaisRecentes

Virtual



Continue Lendo

Falante



Continue Lendo

Vencedores



Continue Lendo