ACOSTUME-SE AO NOME



O futuro da lateral-direita da Seleção Brasileira pode ter sido apresentado ao mundo no sábado passado, no Emirates Stadium. O brasileiro Rafael da Silva, 18 anos, que jogou na base do Fluminense, marcou seu primeiro gol pelo Manchester United. Matou no peito uma bola espirrada pela defesa do Arsenal, e, sem deixar cair, emendou de pé esquerdo. PVC estava comentando o jogo na ESPN Brasil, e disse que Rafael “vai jogar na Seleção por uns dez anos”. É grande a chance de ele estar certo. O que determina o caminho trilhado por um jogador de futebol (independentemente do que se diga/escreva a respeito dele, e de quanto dinheiro ele tiver na conta) é o que ele carrega dentro da cabeça. E todos os sinais indicam que Rafael tem a cabeça boa. Tomara que, mesmo tendo saído do Brasil tão cedo, ele não tenha uma relação desinteressada com a Seleção. Mas se isso acontecer, a culpa não será (só) dele.



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo