COLUNA DOMINICAL



Veja o que fizeram os cinco primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, nas últimas cinco rodadas: Flamengo: vitória, vitória, empate, empate, vitória. Palmeiras: empate, derrota, vitória, vitória, derrota. Cruzeiro: vitória, derrota, vitória, derrota, vitória. Grêmio: derrota, vitória, derrota, empate, vitória. São Paulo: empate, vitória, vitória, vitória, vitória. A amostra, eu sei, é pequena. Mas ajuda a entender como o São Paulo, embalado, tomou (e manteve) a liderança, enquanto os os outros se revezam de segundo a quinto, a cada rodada. Qualquer sequência vencedora, de qualquer time, aparece imediatamente na tabela. Olhe o caso do Vasco (2 V), desenganado há dez dias, hoje fora do calabouço. Num campeonato equilibrado, oscilar é a regra. Quando um time que trafega na vizinhaça do G-4 fica quatrorze jogos invicto, com nove vitórias, seu destino é o topo. O São Paulo terminou o fim-de-semana com sua liderança aumentada para dois pontos. Não menos importante, recuperou seu déficit de vitórias em relação a dois concorrentes: tem 18, como Grêmio e Palmeiras (o Cruzeiro tem 19). Só o Grêmio está a um jogo do líder, ou seja, pode lhe tomar a ponta em uma rodada. O que cada um tem pela frente: São Paulo – FIG (c), VAS (f), FLU (c) e GOI (f – porém pode não ser no Serra Dourada, por causa do tumulto no jogo Goiás x Cruzeiro. O julgamento é nesta segunda-feira, no STJD) Grêmio – COR (c), VIT (f), IPA (f) e ATL-MG (c). Em tese, a tabela do Grêmio é ligeiramente melhor. Mas o São Paulo está dois pontos na frente, e acelerando. Comentários sobre todos os jogos, nas Notinhas desta segunda-feira. ****** Feliz aniversário, Felipão.



MaisRecentes

Perversidades



Continue Lendo

Arturito



Continue Lendo

Terceirão



Continue Lendo

COLUNA DOMINICAL



Como no domingo passado, depois da rodada do Brasileirão. Até mais tarde.



MaisRecentes

Perversidades



Continue Lendo

Arturito



Continue Lendo

Terceirão



Continue Lendo