ENQUANTO ISSO, DO LADO DE FORA DO MORUMBI…



O blog recebeu a mensagem abaixo, de um leitor chamado Vinícius. Ela descreve a aventura que foi entrar no Morumbi, no domingo passado. Detalhe: Vinícius tinha em mãos um ingresso para o setor vermelho do estádio do São Paulo, comprado antecipadamente. Na esperança de que, um dia, o torcedor que vive no país do jogador de futebol seja tratado como merece, o blog faz coro com a pergunta final da mensagem. “Como faço há alguns anos, cumpri meu ritual quando há jogo do São Paulo em casa. Adquiri meu ingresso com antecedência, sem fila, e domingo, após o almoço e o incrível final da F1 em Interlagos, me encontrei com alguns amigos e seguimos para acompanhar a partida do Tricolor. Preferimos a arquibancada vermelha, pela facilidade de estacionamento e pelo deslocamento na saída. Mas desta vez, quando chegamos, cerca de 40 minutos antes do início da partida, notamos com estranheza o portão 15 fechado. Numa estimativa de quem freqüenta o local, umas cinco mil pessoas se amontoavam ali, do lado de fora, em busca de informações e de adentrarem o estádio aos seus respectivos lugares. Após alguns minutos, tem início um empurra-empurra. Como gado a caminho do abate, as pessoas começam a ter acesso à rampa, em direção às catracas. A Polícia Militar controla a entrada dos torcedores intermitentemente e afasta os mais afoitos com golpes de cacete, o famigerado “borrachão”. O processo não é dos mais rápidos e os torcedores vão ficando impacientes. O tumulto aumenta quando a partida tem início e as pessoas do lado de fora começam a ouvir os gritos da torcida dentro do estádio. Ali, na bagunça, famílias tentam proteger crianças de algo pior e prover-lhes um pouco de ar fresco. Garotas, mais baixas, começam a passar mal. Acabo por não acompanhar o desenrolar da história, pois minha vez chegou e sigo com a massa para a revista e na seqüência apresento meu ingresso a um fiscal. A catraca não funcionava e ele executa a liberação manualmente. E somente no acesso para a arquibancada do Setor Amarelo. Já nos corredores internos, me junto a alguns torcedores no portão que divide os setores amarelo e vermelho para ter acesso ao que meu ingresso deveria me garantir. O funcionário do estádio, protegido pelas grades, não permite o acesso ao Setor Vermelho e não dá informações, nada além de “está lotado”. Oras, como está lotado se, teoricamente, ainda não ocupei meu assento de direito? Com o jogo em andamento, acabo por desistir de reclamações ali e sigo para um assento amarelo qualquer, a maioria deles ocupado, por sinal. Durante toda semana, elenco e diretoria do SPFC, além da imprensa, conclamaram a torcida a ir ao Morumbi prestigiar e apoiar o time nesta reta final. Sou freqüentador assíduo e estou descontente com o que se passou. O que dizer então de tantos outros que poderiam adquirir o hábito, de pais que convidam suas esposas e filhos e são obrigados a passar por tanto constrangimento, para não falar do risco, de se aventurarem num domingo chuvoso a condições tão inóspitas? O Estatuto do Torcedor e o Código de Defesa do Consumidor exprimem os deveres e as condições de execução de espetáculos esportivo-culturais. A diretoria São-paulina não estava ali presente, ou teve atuação discreta. A BWA, com seu nome impresso no ingresso, talvez responsável pela organização, não se manifestou. A PM não garantiu a segurança daquelas pessoas. Numa hora dessas, desrespeitados pelos organizadores do jogo e sem o amparo do Poder Público, a quem podemos recorrer?”



  • Felipe Figueiredo Mello

    O problema principal é um só e se chama Ingresso Fácil! Essa é a empresa mais incompetente do ramo! A cada ingresso impresso e vendido a um torcedor, o São Paulo Futebol Clube se associa a uma empresa Sou sócio-torcedor e já perdi a conta de quantas vezes enviei emails e telefonei para pedir que o SPFC rompesse o contrato com essa empresa O pior é que é o produto mais fácil de ser vendido, pois lida com paixão. Eu, mesmo sofrendo, não consigo ficar longe do Morumbi. Tem que ser muito incompetente para colocar apenas 13 mil aficcionados nas arquibancadas!

  • Rodrigo Zielk

    Bom dia André, Eu era frequentador assíduo do Palestra Itália e nunca presenciei problemas como esse que ocorre no Morumbi (mas o atendimento também deixa a desejar)… Ainda acredito que a melhor forma de protesto que podemos usar é o boicote. Temos que deixar os estádios vazios. Não vamos compactuar com essa vergonha. Quanto mais gente vai aos estádios, mais apoio os clubes e empresas tem para fazer essa sacanagem. Está na hora de radicalizar! Apesar de gostar muito de futebol e do Palmeiras, me recuso a ir a um estádio de futebol! Estádios vazios já!

  • Reinaldo

    Fui ao estádio também , cheguei cedo por volta das 17:30 e estava na cadeira azul. O que aconteceu foi o seguinte: do local em que eu estava pude ver que o portão que liga a arquibancada amarela e vermelha no ANEL SUPERIOR estava aberto o tempo todo, então quem tinha o ingresso do setor amarelo passava para o vermelho tranquilamente, tanto que a arquibancada amarela foi a ultima a lotar

  • Rogerio J

    Viva a Copa de 2014. Que beleza ver que estamos adiantados (?) nos preparativos (?) para a festa (?). A perguinta é: por que os torcedores continuam a ir a estádio de futebol? Não seria melhor não ir e, de certa forma, protestar contra essa bagunça, dando o recado: ou arrumam isso ou não vou??? Abraço!

  • Cesar

    Também acredito que o melhor protesto é não ir ao estádio. Mas, infelizmente, sempre tem aquele torcedor que não consegue ficar longe do campo (Não critico, entendo, pois quando adolescente eu também não conseguia ficar muito tempo sem ver um jogo ao vivo, nas arquibancadas). André, imagina a situação nos jogos da Copa-14. Serão tantos convidados, autoridades e celebridades, que não vai sobrar lugar para o torcedor ou turista que comprarem ingressos. Abraço.

  • Andre Vz

    Mais um com a mesma historia: comprei vermelha e assisti na amarela.

  • Torcedor

    Todo mundo sabe das dificuldades de se ir ao Morumbi. Mal localizado, mt ruim de chegar, sem estacionamento, tem varios pontos cegos no estadio. Alem da total desorganizacao do lado de fora. Quero saber como vai ser sede da copa do mundo assim. Vai precisar de uma reforma GRANDE.

  • David Marinelli

    Sempre bom esclarecer pra quem nao conhece, q amarela eh arquibancada ATRAS do gol, e a vermelha, do LADO do campo… o que faz mta diferenca… Enfim… mas uma historia revoltante. E discordo dos torcedores q ficam metendo o pau soh na BWA e PM. Acho q ta na hora dos times tomarem responsabilidade. O estadio eh do SPFC, e ele q o faca adequado e com tudo funcionando pra ser atrativo e satisfatorio ao consumidor.

  • CAMPEÃO DO SÉCULO XX

    “São Paulo time de chegada”!? Como brasileiro e a imprensa(que não deveria ter) tem memória curta né?!? Esse mesmo time que é falado por aí como “time de chegada, historicamente que chega e dá trabalho”, há pouco tempo, no começo dos anos 2000 não ganhava nada, o time era sempre contestado, seus jogadores eram chamados, pela torcida, de amarelões, pipoqueiros, o clube era considerado como o que nadava, nadava e sempre morria na praia…lembram disso??? Lembram dos anos 2000, 2001, 2002, 2003???? com times até melhores que esse, com kaká vaiado pela torcida, ricardinho vaiado, luis fabiano vaiado, até o grande ídolo rogerio ceni vaiado?! Pois é, nao estou nem falando dos 12 anos sem titulos: de 1993 a 2004, mas sim da história recente né?!: nessa mesma década, nos anos 2000, que a imprensa finje esquecer sobre o tal “time de chegada”. Realmente, hoje em dia, na imprensa brasileira(paulista, principalmente), fala-se o que quer, nem importando, ao menos, se o que fala é realmente verdade. LAMENTÁVEL!

  • Eder

    Por problemas idênticos aos relatados aqui pelos colegas torcedores, há muitos anos não vou a um estádio de futebol, principalmente por causa dos mais afoitos que são castigados pela PM e nós com filhos menores, esposa, ficamos a mercê da violencia sem saber se conseguiremos assistir ao jogo ou ao menos chegar inteiro ao final dele. Se agora com lotação estimada em 64 mil torcedores por segurança no Morumbi, imaginem como era antigamente os clássicos que acomodavam pelo menos 100 mil torcedores lá dentro. Sigo a opinião de torcedores sensatos de qualquer time. Estádios vazios já, pois do contrário os dirigentes nunca se importarão com nós pobres torcedores ou melhor sofredores. Perder ou ganhar faz parte do futebol, mas sofrer constrangimentos, mesmo com o time ganhando é ser masoquista demais.

  • Boni

    São Paulino tem que apanhar mesmo… UH Terrô… Lindenberg é tricolor…

  • Amílcare

    Marilia Ruiz, Juca Kfouri, Neto, “dr” Osmar, Chico lang, Ronaldo da Fiel, Marcelo Biancone, todos esses curintianos aí deveriam criar uma mídia só pra eles, migrar todos para uma só emissora e ficar lá, mantendo um programa do corinthians, feito de curintianos pra curintianos, porquê, sinceramente, ninguem aguenta mais ver essa palhaçada que acontece na imprensa paulista…esse curintianismo louco, cheio de tendências, sem nenhum escrúpulo, totalmente parcial e RIDÍCULO…acho que jornalismo esportivo existe, pelo menos no nome, na teoria, e teria que funcionar na prática, pois isso que acontece é UMA TREMENDA FALTA DE RESPEITO, SACANAGEM MESMO PARA COM OS TORCEDORES PAULISTAS NÃO-CURINTIANOS!!!! ABSURDO!!! ISSO TEM QUE ACABAR!!!

  • Fernando

    Confirmando o que disse o Reinaldo, eu comprei antecipadamente meu ingresso para a arquibancada vermelha. Ao chegar, não havia distinção entre amarela e vermelha, não só o portão na própria arquibancada estava aberto, como o acesso das catracas também estava. Além disso, a primeira abertura de acesso às arquibancadas vermelhas estava fechado!! Resultado: tivemos que entrar na arquibancada pela amarela, passar o portão que o Reinaldo se referiu e conseguimos um lugar na Vermelha, mas bem no canto. A ´invasão´ da vermelha era total, ninguém permanecia na amarela. Eram por volta de 18:30 quando fecharam o portão. Nada menor do que uma vergonha e falta de organização. Ainda bem que não passei pelo que o Vinícius disse, pois estava com minha namorada e mais uma criança. Na próxima vez que o Muricy conclamar pela torcida, algum repórter tem de perguntar “Mas vai ter organização no estádio para receber esta torcida?” Saudações tricolores

  • Eduardo Mion

    Concordo com quem diz que o melhor protesto é deixar de ir ao estádio. Porém, isso de nada adianta se a grande imprensa não pressionar por mudanças quando isso acontece. Até duas rodadas atrás o SPFC não punha nem 15 mil pagantes por jogo, mas os comentários dos jornais de massa eram só sobre a falta de apoio da torcida, não sobre as péssimas condições oferecidas ao torcedor. E também acho que passou da hora de responsabilizar o clube pela palhaçada que é feita na venda de ingressos e na recepção dos torcedores. Quem é que ganha $ com isso, é o clube? Então é de interesse do clube melhorar essas condições…

  • Fabio

    A quem recorrer ? Recorra à TV e nunca mais vá ao estádio. Você nao merece passar por isso… /FT.

  • Joao

    Por esses motivos e outros tantos (transito, estacionamento, brigas, má-alimentação, desconforto, etc etc) que eu não vou ao estádio. Pago o pay-per-view, assisto no meu sofá, chamo os amigos e, por sinal, sai mais barato do que ir em todos os jogos. Façam as contas. O melhor seria uma transmissão pela ESPN mas aí é pedir demais… Abraço, Joao

  • Alonso – Sorocaba

    Será que os clubes estão se importando se voce comprou setor vermelho e vai sentar no amarelo (se tiver lugar)? As as verbas da televisão cobrem todas as despesas e os torcedores que se virem… Boicote já ! Prefiro assistir a outro jogo qualquer no conforto da minha casa, a ter de encarar borrachadas da PM que não poupa ninguém e da falta de organização dos “responsáveis”.

  • Massara

    André, Este relato não nos apresenta qualquer novidade. Vá a qualquer estádio brasileiro que receba um público de mais de 30 mil torcedores e tente entrar na arquibancada. É sempre a mesma coisa: os torcedores são tratados como cachorros, ou como porcos dentro de um chiqueiro. No Mineirão já virou piada. Qualquer joguinho de 20 mil torcedores provoca um trânsito quilométrico e um tumulto generalizado na entrada e na saída do estádio. Isso sem falar nas patéticas condições de acomodação. Banheiros imundos e lotados, bares e lanchonetes no interior do estádio sem uma comida sequer decente para se alimentar, cadeiras quebradas e desconfortáveis. Tudo sujo e jogado às traças. E os dirigentes têm a cara de pau de conclamar as torcidas a comparecer aos estádios para apoiar o time. É porque enquanto isto estes incompetentes estão nas tribunas e camarotes, bebendo uísque e comendo camarão. O futebol brasileiro é um negócio que poderia ser tão lucrativo, caso fosse bem explorado. Um mínimo de conforto e organização atrairia muito mais torcedores aos jogos. Mas é mais fácil para os dirigentes reclamar da falta de receita, das cotas de televisão do que explorar os diversos nichos do futebol. No mundo de hoje não existem mais vagas para os incompetentes. Porque todas as vagas já estão devidamente preenchidas. Abs.

  • Madeira

    Esse é o São Paulo modelo de administração e respeito ao torcedor! e esse é o Brasil sede de 2014!!!

  • BASILIO77

    isso non ecsiste!!! Diria padre Quevedo. Não sabe pra quem reclamar? Recorra aos Aurelios…Aurelio Miguel e Marco Aurelio Cunha, agora ilustres vereadores. SPFC rumo à reforma do Morumbi 2014. Abraço.

  • LUPAO

    Cheguei no Morumbi às 18:40 e passei pela mesma situação. Chegar em cima da hora, ter um pouco de tumulto é até aceitável. Mas paguei pela arquibancada vermelha e teria que assistir ao jogo de lá. Simplesmente fomos encaminhados para a Amarela. Mas no final… o sacrifício valeu a pena. Tricolor rumo ao HEXA!!!

  • Thiago Luiz

    Eu sou são-paulino e não entendo por que essa notícia não chegou à imprensa. Ou chegou e eu estou falando besteira?

  • Daniel

    tem que boicotar. no dia que não forem, talvez mude essa bagunça

  • André Dadi

    Por que o torcedor da arquibancada acha-se melhor que aqueles que não vão ao estádio? É bonito falar que sofremos pelo time? Que deixamos nossos direitos de cidadãos de lado, pra tentar entrar no estádio, com o ingresso na mão? Pois é senhores, a última vez que fui ao estádio, no ano passado, comprei o ingresso antecipado, cheguei 30 minutos antes do jogo, atrasado, pois o trânsito estava infernal, só consegui entrar no estádio depois do jogo começado e quando saí meu carro estava todo depredado. Nossa, que legal !! É isso que deveria ter pensado? Isso vale a pena pelo meu time? Não vale. Vale a pena eu pagar o paperview, comprar camisa original, para ajudar de alguma forma. Torço, choro, me desespero, mas em minha casa. E tenho certeza que não sou menos são paulino por causa disso. Abraços!

  • ricardo trevisan

    André, boa tarde! Estive no mesmo jogo, no mesmo setor e desde antes do horário citado pelo Vinícuis. Realmente a PM não é nada cordial ao organizar a fila, algumas catracas estavam abertas, e os ingressos sendo liberados pelos funcionários ali presentes manualmente. Quanto a toda essa dificuldade, eu não presenciei, entrei no estádio com calma antes do início do jogo, antes mesmo de os times entrarem para o habitual aquecimento e pude ver, inclusive, a homenagem ao Massa. Os portões das grade que separam os setores vermelho e amarelo estavam realmente abertos e optei pelo amarelo exatamente por haver centenas de lugares desocupados, o que se tornou completamente lotado apenas no final do 1º tempo. Também sou frequentador assíduo e em todos os jogos existem centenas de dezenas de dificuldades, mas desta vez, não houve tudo isso e acho que houve um pouco de exagero do nosso amigo Tricolino. Abraços à você e ao Vinicius.

  • Andre Furquim de Oliveira

    Ah!Do que é que esses tão reclamando…Escutam e veem todos os finais de semana a mesma ladainha nos programas esportivos.Se vai ao estadio,já sabe o que vai encontrar,não reclame… Fique em casa assistindo o programa da Eliana,ou então,vai assistir balé,seu chorão, bua, bua, bua……

  • Fabio

    Enquanto o torcedor sofrer calado , a situação não mudará. A partir do momento que o torcedor em grupo recorrer a justiça e começar a ganhar indenizações .Aí……

  • Vicente Jr

    Tá mais do que na hora da cartolagem se tocar. Os parmerista hoje ficaram 6 horas na fila por um ingresso!

  • igor

    Também vou mto ao campo e a estória é sempre a mesma. Um time que se diz de primeiro mundo trata seus torcedores como lixo e ninguém faz nada. Depois reclamam que a torcida nao vai ao campo. Ps: André, ridícula a posição do seu pai em relação ao Massa. Mancha a carreira dele de jornalista. AK: Você tem direito a uma opinião, assim como todas as outras pessoas. Agora, seria preciso algo verdadeiramente ruim para manchar a carreira de um jornalista. Ainda mais a dele. Um abraço.

  • Igor

    Bem, o Massa, enquanto São Paulino, obviamente gostou do Corinthians cair. Que sãopaulino não gostou? Agora, um jornalista se colocar contra o piloto por causa disso é patético. Do Tião Fiel eu esperava isso. Do Juca Kfouri não. Ouço todo dia o Esporte CBN, e todos meus amigos saopaulinos me enchem, dizendo “vai ficar ouvindo aquele corinthiano”. Sempre rechacei, dizendo que ele era um jornalista, não torcedor. Parece que eu estava errado. O Juca tem sido muito mais Chico Lang que Juca ultimamente. AK: “Se colocar contra…”? Até parece que estamos falando de um jornalista de cobre F-1 e é constantemente crítico a um determinado piloto. É apenas uma opinião, amigo. Nada mais. Patético é achar que todo mundo tem de seguir um script. Um abraço.

  • Romualdo

    Vamos lançar a campanha Fique em Casa e Escute o Jogo Pelo Rádio. quem sabe sem torcida no estádio e sem vnda de pacote de TV os clubes resolvam tomar alguma atitude.

  • alexandre garcia

    Simples, idiota é quem vai no estádio. PAra com isso vcs. não aprendem que estádio é lugar para assassino,marginal e outros delinquentes?????

  • Marcel Souza

    Realmente é triste ter que passar todo esse sofrimento pra ver o seu time no estádio. É por isso que tanta gente pensa 100 vezes antes de decidir sair de casa… E aind reclamam que a torcida não vai no campo, que o time não merece a torcida que tem…. Que é isso, o São Paulo deveria fazer alguma coisa pra consertar isso! De que adianta ficar fazendo esse monte de estratégia de marketing pra aumentar o número de torcedores, se os torcedores não conseguem ir no campo??

  • Joao Vitor Santos Ferreira

    André, infelizmente hoje temos que optar por assistir aos jogos em casa pela tv. Com o payperview ficou muito mais fácil! Digo infelizmente pois a emoção de estar em um estádio é indescritível… E acho que meu filho não saberá o que é isso!!! Não existe a menor segurança para o torcedor deixar sua residência para ir ao estádio. Nem o menor atrativo… Aproveito para te parabenizar André, sempre leio seu blog e admiro muito a maneira como vc responde os comentários, como publica todos os comentários (inclusive as críticas à vc e seu pai infundadas). Parabéns e sucesso sempre!!!

  • Igor

    Bem André, nenhum argumento que eu coloque vai fazer vc dizer que seu pai pisou na bola. De qq maneira, agradeço pelo espaço e pela conversa direta e digna, que revelam a grandeza de seu caráter. E, finalizando, vc deveria ver o blog do Juca e ver a enxurrada de comentários dos leitores sobre o tema: 9 em 10 têm a mesma opinião; vai demorar para novamente eu alçar a opinião do Juca às dos gdes jornalistas esportivos desse país. Verei o espectro “Tião Fiel” atrás. Infelizmente. AK: Lamento que você seja tão radical. Um abraço.

  • José

    Sobre Juca Kfouri e os comentários de Igor: André, parece que o “se colocar contra…” não é algo assim tão distante de um jornalista que cobre F-1 e critica sistematicamente o piloto. Em termos de imparcialidade, talvez o seja, pois a análise das qualidades do piloto e de informações não resta prejudicada, mas em termos de postura, em face do momento que o Massa vivia disputando como brasileiro um título mundial (e vive, com muita moral, após o belo papel que fez na corrida e no campeonato), me parece algo bastante ruim que um jornalista brasileiro afirme a torcida por Hamilton e fique por algumas vezes em rádio e blog tirando sarro do Massa apenas porque este afirmou que gostou de ver o Corinthians cair. Por mais que os corinthianos constituam uma nação poderosa, me desagrada a equiparação (e até superação) assim sem mais à nação brasileira no raciocínio de um jornalista. Talvez essa falta de patriotismo seja uma das causas principais de figuras e situações como a de Ricardo Teixeira, tão combatida ao longo do tempo pelo próprio Juca. Abraço AK: Discordo do seu raciocínio. Cada um pensa como acha que deve. Um abraço.

  • guilherme laraia capusso

    André, é lamentável que um jornalista renomado como seu pai, tenha atitudes infantis em relação a um excelente esportista do nosso país por motivo fútil e irrelevante (o simples fato da queda do corinthians). Ter opinião sobre determinado assunto é aceitável e digno de respeito, porém fazer chacotas e desdenhar um atleta do porte de Felipe Massa e muito triste AK: Chacota? Você leu a coluna dele na Folha de segunda-feira? Ali está o que ele pensa sobre o Felipe. Um abraço.

  • Julio

    GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO IRA CONSTRUIR UM NOVO TEATRO. O PROJETO É DOS AUTORES DO ESTÁDIO OLÍMPICO CHINÊS (“NINHO DO PÁSSARO”). CUSTO : 300 MILHÕES. PERGUNTA : POR QUE NÃO CONSTRUIR UM NOVO ESTÁDIO DE FUTEBOL, QUE PERMITA SEDIAR COM DIGNIDADE A COPA DE 2014 ? ……………………………………………….
    …………………… 04/11/2008 – 08h47 . Arquitetos do Ninho do Pássaro projetam teatro de dança em SP . ADRIANA PAVLOVA colaboração para a Folha de S.Paulo / Os suíços Jacques Herzog e Pierre de Meuron, uma das duplas mais requisitadas no cenário mundial da arquitetura, vão assinar o projeto do futuro teatro de dança e de ópera, que servirá de sede para a São Paulo Companhia de Dança. O novo espaço ocupará o terreno da antiga rodoviária da cidade, em frente à Sala São Paulo, na Luz. A dupla, autora do Estádio Olímpico de Pequim (mais conhecido como Ninho do Pássaro) e da Tate Modern, em Londres, desbancou outros três escritórios internacionais de arquitetura, numa concorrência informal que contou com o aval do governador José Serra e do secretário estadual de Cultura, João Sayad. De acordo com a secretaria, o o processo foi amparado em uma lei federal –a 8.666/93–, que diz ser “inexigível a licitação quando houver inviabilidade de competição para a contratação de serviços técnicos […] de natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização”. (…) O futuro complexo cultural paulistano ocupará um terreno com cerca de 19 mil m2. No total, serão três teatros. O palco principal terá capacidade para receber 1.750 espectadores. Um segundo, para recital e drama, terá 600 lugares. Por fim, haverá uma sala com palco reversível, para 450 pessoas. Ali também funcionará a nova sede do Centro de Estudos Musicais Tom Jobim. O projeto prevê salas de ensaios para companhias, uma biblioteca, estacionamento e uma futura escola de dança. R$ 300 milhões O custo total, segundo Sayad, é de R$ 300 milhões, que virão do Tesouro do Estado. Os arquitetos escolhidos ganharão entre 6,5% e 8,5% do valor total da obra, algo entre R$ 19,5 milhões e R$ 25,5 milhões. (…) Final de 2010 Herzog e De Meuron têm até março para finalizar o projeto. Enquanto isso, o processo de desapropriação da antiga rodoviária, que hoje abriga um shopping, está previsto para terminar em janeiro. “O conceito urbanístico é a base da arquitetura. É sempre importante ter programas culturais para desenvolver cidades”, disse De Meuron em relação à região escolhida, ainda em fase de revitalização. Para a desapropriação do local, já foram gastos R$ 34 milhões. A obra deve começar no segundo semestre de 2009, com conclusão prevista para final de 2010. ………………………………………………….
    ……. DE NOVO A PERGUNTA : POR QUE NÃO CONSTRUIR UM NOVO ESTÁDIO DE FUTEBOL, QUE PERMITA SEDIAR COM DIGNIDADE A COPA DE 2014 ? E MAIS: É MAIS URGENTE A CONSTRUÇÃO DE UM NOVO ESTÁDIO OU DE UM NOVO TEATRO NA CIDADE DE SÃO PAULO? É MAIS DEMOCRÁTICO CONSTRUIR UM TEATRO PARA 1.750 PESSOAS OU UM ESTÁDIO PARA 80.000 OU 100.000 PESSOAS? QUAL DAS DUAS OBRAS DIFUNDIRIA MAIS A CIDADE E O ESTADO DE SÃO PAULO NO MUNDO? O QUE PENSA O POVO PAULISTA SOBRE ISSO?

  • Anna Barros

    Andre,o Juca torce por quem quiser. Felipe Massa nao tem Senna como idolo pq ele nao lhe deu um autografo e sempre disse que Schumacher era seu idolo.Se falassem assim do Vasco ou rissem de algum infortunio do meu time,eu agiria da mesma forma. Pra quem disse em algum lugar por aqui que isso mancha a historia de Juca,essa pessoa realmente nao tem nem nocao do que e Juca Kfouri no e pro Jornalismo.Pena Achei Juca honesto e sincero. Ele preza a verdade como todo jornalista deve prezar. Era so um adendo. Abraco e boa noite,Anna

  • Fabio N

    3 rodadas de campanha “Público Zero” bem sucedida e quero ver se algo não muda. Se existe gente disposta a pagar para ser maltratada, por que mudar, se não pega nada?

MaisRecentes

Dividido 



Continue Lendo

Reiniciar



Continue Lendo

Modelos



Continue Lendo