CAIXA-POSTAL



Aos assuntos da semana:

Rodrigo escreve: Lembro de você escrever, um tempo atrás, que se fosse cartola contrataria Diego Cavalieri para o gol do seu time. Hoje ele esquenta gloriosamente o banco do Liverpool, com o detalhe de que o titular Reina tem a mesma idade que ele. Desconsiderando a grana, não seria melhor ele ter continuado reserva do Marcos, que afinal deve se aposentar em breve, tendo mais chance de jogar (estaria disputando a Sul-Americana como titular, com certeza) e podendo até chegar à seleção?

Resposta: Fui perguntado sobre qual goleiro contrataria para o meu time, se fosse dirigente, e respondi que tentaria fazer o Diego assinar um contrato de dez anos. Tenho certeza de que ele pensou bastante antes de tomar a decisão de ir para a Inglaterra, e pesou todas as possibilidades. As coisas no futebol mudam rapidamente, muitas vezes sem aviso, e é impossível prever quando a oportunidade de Diego chegaria no Palmeiras, e quando chegará no Liverpool. Se ele fez a opção como projeto de vida (morar na Europa, ganhar em euros, etc…), não posso criticá-lo. O Liverpool não bate na porta de um goleiro brasileiro todos os dias.

Gustavo escreve: O que você acha dessa moda recente de jogador não comemorar gol contra ex-clube? Demagogia, marketing, respeito, um pouco de tudo isso ou nada disso?

Resposta: Acho legal, quando o jogador em questão realmente tem um motivo para isso. É claro que cada um faz o que quer, mas tenho alguma dificuldade em acreditar em gols não comemorados por caras que não têm tanta história no ex-clube.
Alberto escreve: Estava assistindo na ESPN a pós-temporada da MLB (Major League Baseball), e achei espetacular o esporte, estou simplesmente APAIXONADO. Aí vem o dilema: meu time no futebol é o Manchester United, desde 2004, e nao tenho time no Brasil, por incrível que pareça. Eu queria saber de você: qual seria o Manchester United do baseball americano, já que nao tenho time “ainda” na MLB. Levando em conta a história, os titulos, as cores, a torcida e tudo mais…

Resposta: O Manchester United do beisebol é o New York Yankees. Tanto que os dois times têm até alguns acordos comerciais de marketing. Os Yankees são o time mais rico e mais bem sucedido, e têm o nome mais famoso dos esportes americanos.

Jorge escreve: Na sua opinião, Maradona será um fantoche como técnico da Argentina, ou realmente vai mandar alguma coisa?

Resposta: Maradona disse, com todas as letras, que quem convoca é ele. Se isso não se confirmar, e vazar, ficará feio. Eu acho que ele vai mandar, sim. Todos os outros técnicos envolvidos deverão ajudá-lo a tomar a melhor decisão, mas a última palavra será dele. E é aí que mora o perigo.

Desculpe o horário adiantado, e obrigado pelas mensagens. A CP volta na semana que vem. (e-mails para a Caixa-Postal do blog: akfouri@lancenet.com.br, ou clique no link do lado direito da página)

“SAIA DO MEU AVIÃO!” Presidente James Marshall, em “Força Aérea 1”.



MaisRecentes

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo

Ferido



Continue Lendo