COLUNA DOMINICAL



Fui ver “Righteous Kill”, último encontro entre De Niro e Pacino. O filme é fraco. Os dois monstros me fizeram sair do cinema sem achar que perdi tempo. Mas só por causa deles. Sem a dupla, há milhares de filmes policiais “meia-boca” como esse. Portanto não direi que não vale o ingresso, só sei que esperava mais. E não quero estragar o programa de ninguém, mas a grande surpresa do final fica óbvia na metade da história, o que torna a coisa toda bem previsível. Foi nesse momento que deixei de apreciar o filme e passei a tentar escolher qual dos dois atores está melhor. Pacino ganhou, por pontos. Especialmente nas cenas em que conversa com os psicólogos da polícia, o velho Al merece elogios ao fazer o tira experiente, de saco cheio da burocracia. De Niro impressiona na cena em que dá uma prensa na namorada, e faz exatamente a mesma cara que assustou muita gente em “Cabo do Medo” (“Cape Fear”, 1991, direção de Martin Scorsese, com Nick Nolte, Jessica Lange e Juliete Lewis), quase vinte anos atrás. No mais, o rapper 50 Cent não faz feio como o traficante milionário, e até faz rir numa fala em que há uma referência a “Silêncio dos Inocentes”. Al Pacino e Robert De Niro são dois dos meus atores favoritos, e não creio que serei capaz de não ver algo que eles façam, juntos ou separados. Mas, sei lá, dessa vez achei que veria um filme à altura deles. Desculpe o leve spoiler no sexto parágrafo, é que essa é a principal falha do filme. E não acho que fiz nada parecido com o que aconteceu no dia em que fui ver “Acima de Qualquer Suspeita” (“Presumed Innocent”, 1990, direção de Alan J. Pakula, com Harrison Ford, Brian Dennehy e Raul Julia). Naquela época, as filas de entrada e saída dos cinemas se cruzavam entre as sessões. Depois de uma longa espera para garantir um bom lugar, eu estava quase entrando na sala quando um cara gritou: “Foi a mulher!!” Imagine o deleite… O próximos filmes serão “Na Mira do Chefe”, com Collin Farrell e Ralph Fiennes, e o novo de Guy Ritchie, o ex-senhor Madonna, “RocknRolla”. Alguém já viu?



MaisRecentes

Sete dias



Continue Lendo

Em voo



Continue Lendo

Não estamos prontos



Continue Lendo