COLUNA DOMINICAL



Faltam oito rodadas, e cinco times pensam no troféu. A situação pode ser diferente a cada fim-de-semana (nos próximos quinze dias, a cada meio-de-semana também), mas, hoje, Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras, São Paulo e Flamengo podem sonhar com o título. Não há, no mundo, outro campeonato em que isso aconteça. O Brasileiro de 2008 não é uma maravilha técnica, tem defeitos de organização, alguns gramados inaceitáveis. Mas não dá para reclamar dele em termos competitivos. O Grêmio foi o grande perdedor da rodada, mesmo segurando a ponta. Deixou no Canindé (não que seja simples vencer a dona da casa, que só perdeu duas vezes em quinze jogos) a chance de abrir quatro pontos em relação aos principais perseguidores, e, mantendo essa vantagem, jogar pelo empate no Mineirão e no Palestra Itália. Sim, o atual líder ainda enfrentará o segundo e o terceiro colocados. E como visitante. E dizem que o campeonato de pontos corridos não tem finais… Os grandes vencedores foram Cruzeiro e Flamengo, que bateram seus rivais locais. Os mineiros seguem esbanjando regularidade no G-4 e colaram no líder, que ainda receberão em casa. Os cariocas, cortesia do empate no Palestra, recuperaram o contato com as primeiras posições. Ah, o Flamengo ainda jogará contra o Palmeiras (no Maracanã), e contra o Cruzeiro (em BH), em rodadas seguidas. Campeonato sem emoção… Mas o grande jogo foi Palmeiras x São Paulo, que teve tudo o que um clássico deve ter. Até um duelo entre Rogério e Marcos, e uma bola que bateu no travessão e raspou na última folha de grama pintada de branco. Uma bola 99% dentro e, portanto, 100% fora do gol. Só achei que Sálvio Espínola Fagundes Filho poderia ter mostrado o amarelo a Diego Souza e Borges. Ficaria melhor para ele e muito melhor para o jogo.



MaisRecentes

Passo adiante



Continue Lendo

Futebol champanhe



Continue Lendo

ACM, 11



Continue Lendo