MAGIC E A AIDS



Dois radialistas de Minneapolis jogaram fermento numa das mais famosas lendas urbanas do esporte nos Estados Unidos. Disseram, no ar, que Magic Johnson nunca teve AIDS. Durante conversa com um ouvinte do talk-show que apresentam, Chris Baker e Langdon Perry afirmaram acreditar que o ex-jogador de basquete fingiu ter a doença. Johnson ficou indignado e a rádio KTLK se desculpou pelos “comentários infelizes”, prometendo divulgar boletins informativos sobre AIDS e o vírus HIV. É evidente que, para afirmar algo dessa natureza, um jornalista precisa saber do que está falando. O que parece é que a dupla acredita no que corre nos bastidores desde que Magic anunciou, em 1997, que os coquetéis de medicamentos que ele tomou reduziram o HIV em seu organismo a níveis indetectáveis. Quantos casos como esse são conhecidos? (veja atualização abaixo) Magic foi diagnosticado com HIV em 1991, parou de jogar basquete, depois voltou e disputou a Olimpíada de Barcelona. Parou de novo por quatro anos, retornou por alguns jogos em 96, e se aposentou definitivamente. Ele jamais teve sintomas da doença. Tratou-se contra o vírus e um dia, de repente, o vírus não estava mais lá. Por isso há quem jure que ele apenas serviu como garoto-propaganda para uma campanha nacional de estímulo ao sexo seguro. Se você quiser acreditar, haverá de convir que a escolha foi perfeita. Ídolo mundial, símbolo de saúde, aura de super-homem, dá um tremendo susto no público ao anunciar que pegou o HIV em relações sexuais desprotegidas, durante a época em que não era casado e tinha uma (ou mais) namorada em cada cidade da NBA. Como não fazia parte de grupos de risco, não era usuário de drogas injetáveis e nem homossexual, Magic era a pessoa ideal para fazer todo mundo pensar: se aconteceu com ele, pode acontecer comigo também. De quebra, seu tratamento mostrou como o avanço dos medicamentos pode dar qualidade de vida a outros pacientes. Mesmo que casos de “cura” sejam milagres. Essa conversa é antiga, estava dormente, até que dois caras numa rádio de Minneapolis a acordaram. Para mim, é uma grande e criativa bobagem. Afinal, tem gente que diz que o homem nunca pisou na Lua, e que Paul McCartney já morreu. E tem gente que acredita. ATUALIZAÇÃO, sábado 11/10, 13h48 – Gente muito mais qualificada do que eu para falar sobre esse assunto, escreveu para dizer que sim, hoje em dia há muitos casos de pacientes que têm o vírus mas não desenvolvem a doença. Mais um motivo para acreditar em Magic Johnson, e rir da lenda urbana. Obrigado pelo esclarecimento.



  • Rogerio J

    André, esse tipo de brincadeira deve ser punida. Daqui a pouco vai ter gente acreditando que a Aids não é de nada. Mudando de assunto, queria te fazer uma pergunta sobre o Brasileiro: Considerando o que aconteceu até esta rodada do campeonato e os times que já chegaram à liderança, quem pra você merece o título? Quem mostrou ser o melhor time, na média, durante este Brasileiro, até então? Mesmo que o Palmeiras tivesse vencido o Figueira, ainda assim acho o Grêmio mais merecedor. Concorda?

  • thiago

    oq é boboagem ? a aids do magic ou a declaração dos radialistas ?

  • Anna Barros

    Magic e portador do virus HIV sim.Jamais inventaria uma historia dessas. Ele e provas do avanco dos coqueteis de droga nos quais o Brasile pioneiro ao quebrar as patentes dos medicamentos e socializar o acesso a eles,aos despossuidos. Belo post. Eu adoro Magic.Pra mim o melhor jogador de todos os tempos.Jordan que me perdoe.Abraco,Anna

  • JOSE

    André, sou soropositivo e digo que casos como o de Magic Johnson existem aos montes. Descobri ser portador do vírus há 9 anos, tomo o coquetel há 7 anos, nunca tive qualquer sintoma da AIDS e o vírus já é indetectável em meu organismo há muitos anos também. Quem se dispuser a conhecer mais a doença verá que não há nada de anormal na situação do ex-jogador de basquete. Muito pelo contrário, é o que normalmente ocorre com os soropositivos que levam uma vida saudável e tomam com responsabilidade os medicamentos. É isto. Meu e-mail e nome são falsos, razão pela qual não há muitos “casos conhecidos” por aí. Aliás, garanto que há muitos soropositivos no seu convívio e voc6e nem desconfia. Abraço. AK: Um ponto a menos para a conspiração, portanto. Obrigado pelo esclarecimento. Um abraço.

    • cezar L

      Vocë sabe se existem pessoas que tem o vírus e náo toma o remédio e mesmo assim não apresenta a doença?

  • Fabio

    O Paul McCartney morreu sim. E o Elvis não. Vive numa comunidade em São Tomé das Letras e dizem que foi a pé de lá até Machu Picchu por um tunel.

  • chico

    o homem foi á lua???Quando???? Tem certeza????

  • Renato Mello

    Caro André; Não há como eu NÃO me revoltar com uma notícia dessas;Magic Johnson foi para mim e meu LAKERS o que Pelé foi para o santos, e a seleção brasileira… O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS (sim, incluo Michael Jordan aí; pra MIM foi melhor que ele TAMBÉM, e por favor, galera… NADA a ver com clubismo). Mas sempre admirei Magic não só por sua postura dentro de quadra, mas fora também; e sinceramente, além de sempre ter sido um jogador leal, boa praça, fair play, demonstrava ser também íntegro por essas e outras qualidades. Não creio que fizesse parte de uma armação dessas, ainda mais com uma doença tão cheia de preconceitos quanto a AIDS. Lembro que Magic foi alvo de preconceito – e MUITO – quando assumiu estar com o HIV. E NINGUÉM – ao menos creio eu – em sã consciência, aceitaria passar por um martírio desses, independente da “missão solidária” que fosse desempenhar – no caso, a campanha de conscientização que você cita. Afinal, PARA QUÊ Magic faria isso? Não seria muito melhor pra ele continuar sua carreira sem interrupções, continuar recebendo por contratos milionários, sem ter de passar por constrangimentos imensos dos olhares preconceituosos de toda a América? Não ser exposto negativamente, não aguentar idiotices de pesoas desinformadas, enfim… Caso ele realmente não tivesse nada como estes 2 senhores insinuam, não seria muito melhor levar a vida “normalmente”??? Bom, pelo menos que estes 2 “radialistas” se desculpem com Magic, e honrem mais uma das poucas celebridades que, em muito tempo, têm sido um exemplo para todo o mundo, tentando fazer a diferença. Antes de me despedir, só uma curiosidade, André… já ouvi falar de correntes que crêem que o homem nunca pisou na lua sim… mas que Paul McCartney está morto? Onde posso ler sobre isso? Fiquei curioso com mais essa loucura… rs! Abração 😉 Renato Mello AK: Tem uns malucos que dizem que o verdadeiro Paul McCartney morreu faz muito tempo, e esse que está aí cantando até hoje é um alemão, sósia dele. Um abraço.

  • Alex Manga

    Comecei a curtir NBA e Lakers em 1986. Fui, sou e smepre serei fã do Magic. Não consigo nem pensar em levar a sério comentários levianos como destes radialistas. Para se sujeitar a isso o Magic teria que abrir mão de inumeros contratos de publicidade (e ele perdeu vários com a divulgação do exame positivo). Além, é claro, de ter que parar de jogar. O Lakers de então não era mais o Lakers do Showtime mas ainda tinha Divac, AC Green, Byron Scott e o grande James Worthy. Era portanto um time de respeito. Depois da divulgação dos exmes e da participação do Magic no lendário All Star´s Game de 1992 jogadores como Karl Malone e o Isaiah Thomas disseram ter medo de jogar contra o Magic e contrair o vírus num choque ocasional. Agora me diga, por favor, você se sujeitaria a isso? Se tornaria um paria entre seus colegas de profissão, colocaria dezenas de contratos milionários em risco, praticamente acabaria seu casamento (só Deus e ele sabem como deve ter sido díficil segurar a Cookie Johnson naquela época) e ainda deixaria de fazer o que mais gosta? Só se for US$ 1 bilhão! E mesmo assim pensando bastante.

  • Fred

    Paul Mc Cartney já morreu, diferentemente do Elvis…

  • cavalera

    Ah, mas que o Elvis tá vivo, isso tá…

  • porco

    vamos receber bem a bixarada e colocar vibradores no vestiário da bixarada. só que aí, elas não vão subir e ganharemos de W.O.

  • Lucas

    André, por favor, se fosse possível, arrume o link do blog do André Rizek. Ele trocou de site. Obrigado, abraço! AK: Eu já devia ter feito isso. Um abraço.

  • Lauro

    Mas André, o fato de estar a nível indetectável não significa que ele não tenha o vírus. Hoje em dia, qualquer pessoa com vírus e que se submete ao tratamente e o tratamente tem boa resposta, fica com a carga viral indetectável. Por um tempo, que pode ser grande ou não. Mas o vírus não é eliminado, fica ´escondido´ no organismo. É o que diz a medicina oficial. Abs AK: Já atualizei o post. Obrigado e um abraço.

  • paulo tognola pimentel

    andre…..sou estudante de medicina(6 e ultimo ano) e no nosso ambulatorio de doencas infecto-parasitarias…temos uma quantidade enorme de pacientes q nunca tiveram sintomas da aids…na verdade ser portador do virus eh uma coisa e ter aids eh outra….mas omerito da qustao eh outro, quero dizer q existem uma grande quantidade de pacientes q foram diagnoticados pra hiv,nunca tiveram qq sintoma e ao tomar os coqueteis corretamente acontece oq chamamos de carva firal indetectavel….quer dizer oq, q pra cada amostra de sangue a menos do q 50 copias do virus…quer dizer q o pcte nao tem mais o virus?nao…quer dizer q os meio de deteccao nao conseguem mais detectar abixo disso…mas de qq maneira eh uma carga viral tao baixa q o pacte nunca desenvolveria a doenca…ha quem defenda q apos 5 anos seguidos com carva viral indetectavel, pode-se dizer q o paciente esteja curado AK: Obrigado pelas informações, já fiz uma atualização no post. Um abraço.

    • Ricardo

      Boa Noite Paulo. Concordo com teu post. Sou soropositivo desde 2001, comecei usando os coquetéis em 2005 e até o presente momento minha carga viral é indetectável e meu CD4 e CD8 estão dentro dos valores de pessoas saudáveis. Nunca tive quaisquer sintomas da AIDS, porém tenho a consciência de que tenho HIV. Até porque se eu fizer um teste dará positivo para HIV mesmo os níveis de Carga Viral estando indetectáveis…. Isso se dá à eficiência do tratamento e à uma vida saudável. Além de consultas regulares com meu médico infectologista.

      • João Paulo

        Caro Ricardo, parabéns pelo depoimento bastante esclarecedor. Eu, amigo, me encucava com o “case” do Magic Jhonson, diagnosticado em 1991! ( 25 anos atrás!), além de ter o caso do médico Peter não sei das quantas, um renomado infectologista, que sempre afirmou, com todas as letras, que a AIDS não é derivada de um vírus, que o vírus até existe mas não tem poder para desenvolver a doença que chamamos de AIDs, que, em realidade ( palavras dele) a AIDS é uma doença social, doença química, derivada do absurdo consumo que toda a sociedade faz de medicações, drogas licitas e ilícitas, etc. Até faz senso o que ele diz, mas a maioria dos cientistas, infectologistas que tratam do problemas não tem a menor dúvida de que é derivada do vírus. Fico absolutamente feliz em saber, com 99% de certeza, que o grande esportista americano tem a doença e se cuida usando o coquetel. Parabéns amigo, parabéns ao M. Jhonson, exemplos de cidadãos!
        ( Em tempo: não pertenço ao grupo de risco, mas, como pai, fico mais tranquilo em relação aos meus filhos e, futuros, netos: no duro, cara, ninguém está a salvo de se contaminar e ninguém deve ser idiota para viver numa “bolha” a salva de uma contaminação. Viver é arriscar. Abraços

  • Marcel Jabbour

    Também dizem que Elvis e Hitler estão vivos. Concordo. Devem estar nadando juntos no Lago Ness. Análises sempre perfeitas. Parabéns André. Novo quadro no: diletra.blogspot.com

  • Leonardo

    Em tempo, o Walt Disney está mesmo congelado, não…?

  • Pedro Freire

    Realmente é um absurdo falarem uma bobagem destas sobre o Magic, este, ao contrário da maioria das histórias inventadas, não tem graça nenhuma! Sobre o mito de Paul McCartney estar morto (de tão ridículo é engraçado) para quem não conhece a história: 2 indícios de Paul estar morto, que me recordo agora, são a Capa do Abbey Road (Ele é o único descalço, não sei pq isso é um indício que o cara tá morto … hehe) e o principal é o fim do Disco Sgt Peppers … para quem não conhece o disco … no fim dele começa a tocar um lance estranho e “dizem” q colocando para rodar no sentido invertido vc ouviá “Paul is Dead, Paul is Dead!”. Existem outros mitos do rock, um dos que mais gosto é sobre o fato de Keith Richards, guitarrista do Rolling Stones, ter ido para a Suíça “trocar o sangue”. Segundo a lenda o sangue dele estava “tão contaminado” pelas drogas que teve que tirar todo sangue do corpo e colocar “um novo” … e como André bem disse: “E tem gente que acredita.” Saudações

  • Carlos Alberto Gomes de araujo

    Olá, André! Uma coisa é não desenvolver a doença, outra coisa é o vírus desaparecer dos exames. É possível? Grande abraço! AK: Ao que parece, sim. Um abraço.

  • Pedro

    Ué, mas o Paul não morreu?

  • Paula

    O virus desaparece dos exames mais comuns mais ainda está lá. A sua reprodução que se torna lenta. Ai fica mais dificil de ser detectado. Um pessoa com o virus nunca ficará livre do mesmo.

  • Carla

    Paula, esse seu comentário nao tem nenhum fundamento ou conhecimento. Um portador de hiv que tenha passado vários anos sem ter detectado o virus no seu organismo pode sim conseguir que os virus nao se multipliquem e acabar com todos os virus do seu organismo com o uso de medicamento anti retro viral. Se o remédio impede a sua procriação, e se são varios anos sem o virus procriar, aumentando as defesas e a qualidade de vida, lógico que pode acabar com o virus. A Aids terá cura sim e o virus nao estará no seu organismo.

  • Felipe

    O meu vô, disse ter provas de que este Paul Markarter, é falso pois o verdadeiro já morreu antes do Jom Lenom.

  • carla

    hahahaha mais quanta bobagem esses jornalistas colocam na midia… o pior é que as pessoas leigas ou simplismente ignorantes no assunto podem acreditar sem nem de fato correr atrás de maiores esclarecimentos….
    É claro que o melhor de vida é ser saudável, sem doenças e viver livre sem dependências de remédios como coqueteis anti-hiv, por isso acho que as pessoas e até mesmo a mídia tem q impor um certo medo (não mentira) a população em contrair uma doença crônica, pois, se for falar abertamente do que é o virus HIV hoje em dia após os novos coquetéis que combatem o tal ninguém terá mais medo em contrair esse vírus. Porque a realidade hoje em dia é diferente… hoje trata-se de HIV como tratamento de diabetes (diabetes das mais fracas e baixas possíveis). pois ainda na diabete a casos de que vc tem q tomar insulina injetável diariamente e hiv não.
    Sou HIV positivo faço tratamento a mais de 6 anos, não tenho q tomar maiores cuidados como a população pensa que é… nao pegar friagem, nao tomar chuva nao pegar gripe, não beber, isso tudo é pura bobagem. Me sinto tão mais forte do que antes de descobrir portadora.. pois os remedios assim me deixam. a unica coisa que mudou é que como tantas mamães nao pude amamentar meu filho (que nasceu sem HIV por causa do tratamento de hoje as crianças nascem sem esse perigo) e por usar sempre a camisinha 100% sempre. meu marido não é soro-positivo e já estou casada a 5 anos. trabalho, estudo, e sou super ativa. entao gente por favor, antes de ouvir babozeiras como essa reportagem… tentem pesquisar mais sobre os assuntos da mídia. boa dia a todos.. to indo trabalhar.

  • afinal esse paul makarter jogava junto com esse magic Johnson/ e o tal de John Lemom, não era aquele dos bitos john lenon que cantava ” love me tender ” New iorque! e outras músicas do EUA..

  • jr.

    gostei daqui.

  • Josemario Añez

    Nasci em San Tomé das letras, Elvis sempre esta por aqui. é Farmaceutico, vende umas pirulas para engordar, aqui as pessoas são muito magras. Atravessei o túnel que liga a cidade até Machu Picchu com Elvis. Ah, o Paul nunca sai do túnel, esta sempre ai sentado com seu violão, para ganhar a vida…

  • Maria Rivaldo

    Eu tenho vivido com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido, descobri que estávamos ambos HIV. Tínhamos tentar de todas as maneiras de viver nossas vidas, apesar desta coisa em nosso corpo não até que me deparei com este poderoso herbalista que interpretou que ele tinha a cure.At primeiro, ficamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e em poucas semanas depois de seguir o devido processo desta fitoterapeuta, fomos para um teste de como ele nos disse também fomos surpreendidos com a felicidade quando recebi o resultado na clínica. A taxa de vírus em nosso corpo caiu e em mais algumas semanas Estávamos totalmente cured.We também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado Se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em Deus os abençoe.

  • Pingback: Magic Johnson a Charlie Sheen: 'Você pode combater o HIV e viver uma vida longa" - Vai..o que ta rolando?()

  • Sus Dykes

    Estou muito feliz em compartilhar esta grande notícia sobre um grande e poderoso Herbalist Odin Ordia que me curou desta doença mortal (HIV / AIDS e diabetes), eu sofria de doença por mais de 8 anos, Felizmente para mim eu estava navegando na Internet quando vi uma mulher depor sobre um homem poderoso e grande (Odin Ordia), que tem ajudado a curar muitos de doenças mal e por isso ela também mencionou que esse mesmo homem pode igualmente curar e curar qualquer doença com a medicina herbal, assim, sem desperdiçar mais vez que em contato com ele no e-mail, ela acrescentou ao depoimento sobre (odincurahiv@gmail.com) Expliquei todos os meus problemas com ele, ele então respondeu e e me aconselhou a não se preocupar que ele vai me ajudar a preparar um medicamento à base de plantas e ele vai enviá-lo para mim via correio. Ele também me deu instruções sobre como usar depois que eu comecei a sentir mudanças no meu corpo sistema, mais tarde eu fui ao hospital para consulta médica e para minha surpresa eu estava completamente curado. Estou muito feliz que eu estou seguro desta doença com a ajuda de DR. Odin Ordia. Pode chegar a mim pelo meu endereço de e-mail em susdykes@gmail.com

MaisRecentes

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo