A BASE DE DUNGA



Convocados para o jogo contra a Venezuela (dia 12 /10 em San Cristobal) e Colômbia (dia 15, no Rio de Janeiro), pelas Eliminatórias Sul-Americanas: Júlio César (Internazionale) Doni (Roma) Maicon (Internazionale) Daniel Alves (Barcelona) Lúcio (Bayern de Munique) Thiago Silva (Fluminense) Juan (Roma) Alex Costa (Chelsea) Juan Maldonado (Flamengo) Kléber (Santos) Gilberto Silva (Panathinaikos) Lucas (Liverpool) Josué (Wolfsburg) Anderson (Manchester United) Elano (Manchester City) Kaká (Milan) Júlio Baptista (Roma) Mancini (Internazionale)* Robinho (Manchester City) Alexandre Pato (Milan) Luís Fabiano (Sevilla) Jô (Manchester City) *meia ou atacante? Por isso, numa categoria só dele. Duas coisas. Primeira: não há como, nem por quê, cobrar coerência, razões ou explicações para certas convocações. Se você olha para a lista e se faz perguntas, você não é o único. Mas desista, porque as respostas nunca chegarão. No caso atual, o que há é um técnico que tem um “contrato” com um determinado grupo de jogadores. E por favor, não leia “contrato” com qualquer conotação de desonestidade. Dunga está fechado com este grupo, pois no dia em que o grupo não estiver fechado com ele, não haverá mais nada a fazer. O técnico não pode correr o risco de “perder sua base”. Olhe de novo para a lista acima, com isso em mente, e veja como ficará mais fácil entendê-la. Segunda: a Seleção Brasileira tem muitos bons jogadores, alguns acima deste patamar, mas só um fora-de-série. Exercício proposto: dos jogadores convocados hoje, qual, além de Kaká, seria titular absoluto em qualquer seleção do mundo?



MaisRecentes

Poupe



Continue Lendo

Pertencimento



Continue Lendo

Vitória com bônus



Continue Lendo