MENTIRA!



Um time de futebol brasileiro (qualquer um) empatar com um time de futebol boliviano – abaixo dos 3 mil metros – é inaceitável. Um time de futebol brasileiro não conseguir fazer um gol num time de futebol boliviano – ao nível do mar – é inacreditável. A Seleção Brasileira de futebol ficar no 0 x 0 com a Bolívia – no Rio de Janeiro – é mentira. Só pode ser. Se acrescentarmos a informação de que um jogador boliviano (o lateral Ignácio Garcia, por tentativa de transformar Robinho em Eduardo da Silva) foi expulso, aos 5 minutos do segundo tempo, a mentira aumenta de tamanho. O Brasil empatou em 0 x 0 com a Bolívia, no Engenhão, jogando quase todo o segundo tempo com um a mais? Não, isso não aconteceu. E antes que alguém me expulse do território boliviano (mesmo que eu jamais tenha pisado lá) sob a acusação de preconceito, lembre que não estou falando do país ou do povo. Estou falando do futebol da Bolívia, que não pode ser comparado com o futebol brasileiro. Assim como o rugby brasileiro não pode ser comparado com o rugby sul-africano. E o tênis-de-mesa brasileiro não pode ser comparado com o tênis-de-mesa chinês. Se não fosse verdade, os jogadores bolivianos não fariam a festa que fizeram após o jogo, que certamente terá destaque histórico nos jornais de lá. Mas é que… não é verdade. Não pode ser. A televisão insiste em mostrar os lances do jogo, mas por algum motivo só vai até o pênalti (límpido, mas ignorado) em Luís Fabiano. E a cabeçada de Júlio Baptista que raspou a trave. Onde estão os gols que o Brasil marcou? Por que estão fazendo isso com a gente, a essa hora da madrugada? É o seguinte: vou dormir agora, tenho de acordar cedo. Tenho certeza de que, ao abrir o Lance! antes de tomar café, tudo ficará mais claro. Ganhamos de uns 3 x 0, no mínimo. Nunca que empataríamos com a Bolívia…



MaisRecentes

Pertencimento



Continue Lendo

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo