FIM



Ontem entrei pela primeira vez no Cubo de Ouro, arena de basquete que os chineses construíram aos moldes dos ginásios da NBA. Foi até uma empresa americana a autora do projeto. O lugar é fantástico, claro. Estava eu, momentos antes do início da final do basquete masculino (jogaço entre EUA e Espanha, 117 a 108), admirando a quadra e comemorando o privilégio de estar ali. O jogo começou e um garoto de 17 anos chamado Ricky Rubio (ainda falaremos muito dele), passando a bola por trás do corpo, fintou Jason Kidd como se ele fosse um qualquer e fez uma bandeja para a Espanha. Pouco depois, Dwyane Wade, armador americano, roubou uma bola na meia quadra e cravou de costas. A pessoa que estava do meu lado (na posição de narração de uma TV da Bósnia, que não foi usada), chamada Pedro Bial, segurou o meu braço e disse “E ainda nos pagam salário para ver isso!” Pois é. Quem anda por este blog sabe que é exatamente o que penso. A frase do Bial resumiu o que foi esta Olimpíada. Vinte dias de momentos que eu pagaria para ver. Então aqui vai uma listinha. A ordem não importa. Dez momentos inesquecíveis de Pequim 2008: – A cerimônia de abertura (não acho que será superada algum dia. Se for, melhor para nós) – A final do revezamento 4 x 100m livre masculino (cinco times nadando abaixo do recorde mundial, com Jason Lezak tirando quase um corpo de vantagem de Alain Bernard na última perna) – A medalha de bronze de César Cielo nos 100m livre (foi só o começo) – A medalha de ouro de César Cielo nos 50m livre (a primeira de um nadador brasileiro) – A chegada dos 100m borboleta (Phelps um centésimo mais rápido) – Usain Bolt nos 100m rasos (ouro e recorde mundial, brincando no final) – Usain Bolt nos 200m rasos (ouro e outro recorde mundial) – A medalha de ouro de Maurren Maggi (por um centímetro) – A medalha de ouro do vôlei feminino (só perdeu um set em todo o torneio) – A final do basquete masculino (um dos maiores jogos da história olímpica) E assim, encerramos nossa cobertura dos Jogos Olímpicos de Pequim. Obrigado a todos que estiveram por aqui, e ajudaram a fazer este blog durante a Olimpíada. Vou descansar por alguns dias.



  • Roverson

    Oi André, de vez em quando penso nisso, que inacreditável ser pago para ver espetáculos sem preço. Parabéns mais uma vez por seu trabalho. Você também é ouro. Um abraço.

  • Rodrigo

    André, além de ser pago para acompanhar o que muita gente pagaria para ver, você ainda irá descansar depois???? Aí sim é demais! Parabéns pela cobertura. AK: Só alguns dias… um abraço.

  • Alberto Cruz

    O melhor blog olímpico, disparado, André ! O que foi dito sobre o Rubio, também pode ser aplicado a você: ainda falaramos muito ! Parabéns !

  • Danilo

    como diriam os apresentadores da ESPN nas cabeças das matérias: “com a classe de andré kfouri…” mt bom cara! me formo em jornalismo final do ano e podes ter certeza q é um exemplo pra mim e pra qualquer um que pense em fazer um bom jornalismo epsortivo nesse país. abraço AK: Obrigado pelo comentário, gentileza sua. Um abraço.

  • Alexandre Pereira Barbosa

    Cara só tenho a dizer parabéns. Acompanhei seu blog faz um certo tempo e torcia um pouco o nariz e achava que existia muita influência (cartucho) de seu pai na sua carreira, mas não vc é realmente muito, mas muito bom mesmo. Parabéns novamente pela sensacional cobertura. AK: Obrigado pelo comentário e seja sempre bem-vindo. Um abraço.

  • ROJAS (www.debico.wordpress.com)

    Grato pela cobertura, André. Transformar acontecimentos olímpicos em bate papo não é fácil. Você conseguiu. Muito, muito obrigado!

  • Zezão

    Só resta aos seus leitores chover no molhado: parabéns! Mesmo quem não se exacerba na freqüência dos comentários – como é o meu caso – acessou o blog diariamente e se delicou com o texto e as histórias, sempre trazidas com um olhar diferenciado por você. Bom descanso, mas volte logo, que o Brasileirão tá esquentando, e eu acho vai pegar FOGO (trocadilho à la Antero Greco)…

  • marília

    Grande cobertura! não comentei por aqui, mas tava sempre de olho! ser desempregada tem suas vantagens: adotei tbm o fuso de pequim e vivi os jogos intensamente com 7 canais. Vi vc na matéria da final do basquete e pensei logo como vc devia tá se divertindo horrores! entrevistou o Kobe e tudo!!! com relação aos momentos, a abertura nunca, jamais será superada, pq tem que ter cultura e tecnologia juntas numa dimensão incrível, como foi o caso da China. Phelps, Bolt e Isynbayeva: alguém torceu contra? foram maravilhosos! aos momentos brasileiros, Cielo e Maurren me deixaram rouca, futebol feminino e volei masculino me deixaram triste, handeball e basquete, decepcionada, futebol masculino, indiferente, atletismo me deixou chateada… como é que não se produz bons corredores nesse país? como???? no mais, a lamentar a decisão do Trajano em mandar seu sensacional xará e colega cobrir o futebol… tinha que ter mandado um estagiário local. Parabéns, bom descanso (vai ver o us open, hein?) e energia pra voltar e encarar a realidade da organização esportiva brasileira. AK: Obrigado pela companhia. Um abraço.

  • Pedro

    Uma pena que acabam com as Olimpíadas os seus posts olímpicos… Mas pelo menos teremos de volta as notinhas pós-rodada… AK Pode apostar. Obrigado e um abraço.

  • Joao Luis Amaral

    Parece repeteco dos outros leitores-comentaristas, mas realmente a cobertura pelo seu blog foi DISPARADO a melhor… Parabéns! Boa viagem de volta! Abs, Joao Luis Amaral

  • Marcio

    André,me desculpe, sei que o espirito é outro, porém não vou me fazer de rogado: O Fracasso do Brasil nos jogos olímpicos deve-se ao Senhor Nusman, ele é chinês? Pois vi uma entrevista do mesmo afirmando que foi satisfatória a participação do Brasil. Pergunto, até qdo este será nosso representante, não existe eleição no COB?! AK: A declaração realmente foi uma piada. Um abraço.

  • Ana Carolina

    Parabéns pela cobertura!!! E, como já disse em outro comentário, é realmente um privilégio poder ver de perto um evento desse porte. E que jogão a final olímpica de basquete, hein!!!!

  • Augusto

    E aí André, blz? Sou de São Paulo e gostaria de saber o que os jogadores de futebol falam a respeito dos técnicos. Quais são os melhores,além do Luxemburgo que todos falam bem dele? Quais são os piores? Uma vez eu encontrei o Souza, que está no Grêmio, no West Plaza e perguntei isso para ele. Ele falou q o Muricy e o Autuori são muito bons. Ele falou tb que o Leão não é nada de mais. O Junior, que está no São paulo falou que o Leão é ruim e o Muricy, Luxemburgo, Autuori e o Felipão são muito bons. VALEU…

  • Leonardo

    Parabens pelo excelente trabalho, Andre. Um bom e merecido descanso. Abracos.

  • Jornalismo de jabá

    Expliqe-se. O q o sr qer dizer c/: “O lugar é fantástico, claro.” (?) Porq foi feito por chineses, ou porq “Foi até uma empresa americana a autora do projeto. ” (?). Ou o sr é outro idiota da maldita imprensalao q, tem aqelas máximas tipo: “perder pros EUA, tudo bem. Mas se perder prá “hermanos, chicas” é humilhante … Jornalismo isso? So se for colonizado, acima de tudo. Pedro Mial … olha c/ qem o sr dividia “visoes e análises” … Acinte. Inté Mg AK: Tive alguma dificuldade para entender sua pergunta/crítica. Mas vou tentar responder: não há arenas de basquete, no mundo, mais bonitas do que as da NBA. Os chineses sabem disso e, quando quiseram construir uma, chamaram uma empresa americana que já projetou várias. O resultado ficou ótimo. É simples, é fácil de entender. Até para quem não quer. Um abraço.

  • Davi Kikuchi

    Parabéns. E obrigado.

  • Alex

    Parabéns pela brilhante cobertura. E depois disso tudo ainda quer descansar?? Eu queria era morrer cansado!

  • Lucas Winckler

    Só tenho uma palavra sobre a final do basquete masculino. FANTÁSTICA! Que prazer ter visto esse jogo!

  • Beto

    Atrasado, mas em tempo. Já acompanhava seu blog anteriormente, desde a época em que se hospedava em outro portal. Confesso que nunca senti tanta qualidade e emoção em seus textos. Faço um apelo: não deixe de lado os esportes olímpicos nesses próximos quatro anos. Sei que vira e mexe há um ou outro comentário de basquete, tênis e etc. Mas o que me impressionou foi a presença de espírito no comentário de outros esportes. Lendo seus textos, estávamos ao seu lado. Sentirei falta desses quinze dias de olimpíadas, sem saber o que fazer na madrugada. Tentava adivinhar qual a notícia e qual seria a sua ótica dos acontecimentos, aguardando ansiosamente os posts. Enfim, vou terminar com o clichê de todos os outros leitores: Parabéns. Pode contar com a minha presença daqui a quatro anos (e nesse meio-tempo também!). Grande abraço e bom (e merecido) descanso. AK: Obrigado pelo comentário. Um abraço.

  • Anderson Moreira

    Só acrescentaria um momento, o salto da Yelena Isinbayeva 5,05 históricos na última tentativa.

  • André Kassab

    Xará, Escrevo aqui para parabeniza-lo pela excelente cobertura feita pelo seu excelente blog. Acompanho o blog desde os tempos de BLIG, e confesso que me emocionei muito lendo seus ´posts olímpicos´, para mim um dos melhores dentre os inúmeros blogs de correspondentes. Pelo menos tem um lado bom, a ´notinhas pós-rodadas´ irão voltar! Um grande abraço de um admirador que finalmente deixou a vergonha (ou seria preguiça) de lado para deixar um comentário! AK: Obrigado pelo comentário, e seja sempre bem-vindo. Um abraço.

  • Diego

    Que pena que acabou, a Olimpíada e a cobertura do blog, sempre com textos e histórias sensacionais. Já estou sentindo falta de ambos. No mais, parabéns por essa brilhante cobertura da Olimpíada, aqui e na ESPN-Brasil.

  • Teobaldo

    Putz, cara, você foi à China para trabalhar e ficou só aproveitando aquelas maravilhas. De vez em quando publicava algo no blog. Ainda recebia prá isso. E tem a cara-de-pau de reconhecer e publicar. No final das contas ainda diz que vai descansar???? Vai ser preguiçoso assim lá na China. Que descanse em paz… Saudações. AK: Cara, deixe eu te explicar uma coisa: a Olimpíada de Pequim foi a quarta que cobri, como repórter da ESPN Brasil. É algo que me orgulha demais. Cobrir uma Olimpíada para um canal de televisão especializado em esportes não é fácil. Estou falando de trabalhar os três períodos, fazer 3 ou 4 matérias por dia, todos os dias, durante um mês. São dias longos e noites curtas. Em relação às minhas outras coberturas olímpicas, a diferença desta foi que, como assino uma coluna semanal no Lance! e este blog no Lancenet!, tive ainda mais trabalho a fazer. Mas como quem me trouxe para cá foi a ESPN, meu compromisso era com a TV. Tentei acomodar o blog e a coluna na minha rotina de reportagens, e acho que o fiz bem. Pelos comentários aqui postados, não sou o único. A satisfação de estar aqui, vendo a história acontecer, e ainda receber para isso, só é verdadeira quando resulta de trabalho e esforço. Eu vivo para essas coberturas e, apesar das dificuldades, me divirto como nunca. Mas não admito ser chamado de cara-de-pau e preguiçoso, por quem não faz a menor idéia do que está falando.

  • sergio lima

    Percebi que desta vez realmente nao deu pra vc dar muita atencao ao blog. Mas ouvi de pessoas no Brasil que seu trabalho e o da ESPN-Brasil foram excepcionais. Pena que daqui eu nao tenho como ver voces. Contudo, eu confesso que nao entendi a razao pela qual nenhum jornalista que considero serio e que acompanho, tenha abordado o outro lado destes jogos. Sei que a especialidade de voces e´ o esporte, mas, tambem sei que vc, por exemplo, escreve sobre esporte por opcao e que tem capacidade para falar do que quiser com maestria. Porque nao dizer nada a respeito do escandalo da China ter sido escolhida e ter gasto, dizem aqui, quarenta bilhoes de dolares para organizar os jogos. Que as medalhas e os recordes, os estadios monumentais e os ginasios espetaculares sejam mais importantes para os patrocinadores, grandes corporacoes preocupadas apenas com seus balancos, isto nao e´ surpresa, mas tambem os jornalistas? Nao acredito que voces tambem tenham baixado armas tao poderosas e ferozes so´ porque o show tem que continuar. A China, disse um historiador chines ontem na PBS americana, acaba de receber aprovacao do mundo ao seu regime. Porque se alguem acha que os jogos foram feitos para mostrar ao mundo que a China e´ diferente, enganam-se todos. A China fez os jogos para mostrar aos milhoes de amordacados chineses que o ocidente e suas potencias democraticas os aceitam como eles sao e que todos os sussurros internos devem ser calados por bem ou mal. A China venceu os jogos olimpicos e a humanidade perdeu uma gigantesca chance de dar uma licao de direitos humanos no regime mais criminoso do mundo. Vergonha para nos que somos livres e que nao gastamos dez minutos sequer protestando. Abraco grande.

  • ize

    andré…. concordo plenamente com o que tu comentaste sobre a seleção masculina de volei…. vou estar orgulhosa daqui alguns anos que vi a geração do bi olimpico jogar, mas vou estar mais orgulhosa ainda de ver a geração pós pequim NASCER, temos samuel, lukão, éder, thiago alves, alan e principalmente bruno e murilo, qu se destacaram em pequim, formarem um novo grupo, que acredito que vai ser vitorioso tmb… nao esqueçam que a seleção dos EUA é provável que nao chegue até londres, pois é uma seleção que precisa de uma renovação, e felizmente(para nós) o trabalho para renovar a seleção de volei dos EUA é muito complicado, já que eles nao tem uma liga profissional, apenas uma liga universitária.. para a proxima olimpiadas, acho que nossos maiores adversários serão os russos (que estão na frente na corrida pela renovação, com grandes jogadores como o mikahylov, berezko, kuleshov) e a polonia….. Talvez o ouro tenha sido plantado em pequim e será colhido em londres, ou até mesmo nas olimpiadas de 2016… mas nenhum resultado vai apagar tudo que essa seleção já conquistou!!!!! chegar a duas finais consecutivas, com um ouro e uma prata, nao é paras qualquer um… esse grupo conquistou dois mundiais, duas copas do mundo, cinco ligas, pan, copa américa, sei lá quantos sul americanos… então.. indiscutivelmente eles nao tinham nada para provar e foram com muita honra para a final das olimpiadas de pequim… foi dolorido perder, mas foi incrivel ver murilo e bruno, brilhantmente, mostrando que o nosso futuro será, também, de ouro..

  • Guilherme

    Agora o merecido descanso. Obrigado pelas risadas e informações dadas aqui no blog. Muito sucesso pra você!

  • Christiano

    André, parabéns pela cobertura na ESPN e pelo blog. Você, o Flávio Gomes e o Fábio Seixas passaram muita informação das Olimpíadas pelos blogs. Vá descansar pois você merece e curta sua família! Abraços!

  • Teobaldo

    Apenas fiz uma brincadeira em relação à observação do Bial. Em momento algum tive a intenção de ofendê-lo. A impressão que tenho é que você está sempre com uma pedra na mão para atirá-la caso entenda que está sendo ofendido. Desculpe-me se não fiz-me entender. Desejo que tenha um bom descanso, você deve estar precisando. Parabéns pelo trabalho, um abraço e, mais uma vez, desculpe-me se pareci grosseiro. Sinceramente, não foi essa a intensão. AK: Não tenho pedras na mão. Mas realmente achei que você não estava brincando. Caso encerrado. Um abraço.

  • Daniel Burnier

    Eu gosto mais das olimpiadas de inverno… mas é claro que no Brasil elas nao seriam mostradas, por motivos obvios. Mais eu acho que deveriam das mais enfase para as olimpiadas de inverno, pq tem alguns brasileiros que treinam no exterior so pra poder representar o país lá e ninguém dá importancia.

  • Leandro Cent

    Parabéns pelo Blog e pela cobertura. Vc é um Kfouri que “bateu” no pai!!! Escreve muito!!! PS: tb leio o blog do Juca diariamente

  • CLAUDIO IKEDA

    André, gostaria de comentar que estas Olimpiadas foram umas melhores que acompanhei até hoje mesmo sabendo que o governo chines escondeu bastante coisa e coagiu algumas manifestações, mas mesmo assim em termos de esporte eles estão de parabéns (na organização e o desempenho na conquista das medalhas). E lendo os teus 10 momentos inesquecíveis volto no tempo e falo, Ohhhhh!!! Um dos meus irmãos foi ver a Olimpiadas e voltou neste último sabado, ele acompanhou ao vivo alguns dos feitos que vc listou e ele me comentou que o “ninho de passáro” é uma construção de tirar o folego de qualquer um de tão grandioso que é. Agora para finalizar gostaria de arriscar os 10 maiores fiascos desta olimpiada, vê se vc concorda. E também não importa a ordem. 1) futebol brasileiro não ter ganho a medalha de ouro (acreditar que só com um pouco de talento e sorte podemos ganhar algo). 2) A derrota de Roger Federer para James Blake. 3) A derrota de João Derly na 2a luta. 4) Mais uma ´amarelada´ da seleção feminina de futebol na final. 5) A queda do Diego Hipolito no último salto. 6) Os revezamentos 4x100M Masculino e Feminino dos EUA por terem derrubado os batões. 7) O lutador Sueco?? jogar a medalha de bronze no chão. 8) Jadel Gregorio mais uma vez não ganhou nenhuma medalha. 9) A desistencia de Liu Xiang nos 100 metros com barreiras 10) o números de medalhas que o Brasil conquistou versus o discurso do nosso governo que diz que apoia os atletas mas a gente não sabe para aonde este $$ vai, pois o Cielo por exemplo bancou sozinho a ida dele para Pequim e finalmente, ver o que os chineses fizeram e ainda acreditar que o nosso pais pode sediar uma olimpiada, parece piada. Grande Abraço

  • Gilson Rodrigues

    Nós é que devemos agradecer. Você foi medalha de ouro em informação. Parabéns.

  • Gustavo Villani

    Parabéns, garoto. Mais uma página bem escrita na sua estória. Aproveite a família. AK: Obrigado pela companhia. Um abraço.

  • ita

    vendo a cobertura profissional de paulistas e cariocas das olimpiadas é que a gente tem certeza que eles ficam de brincadeira e assessori no brasileirão

  • Bruno

    Valeu André, muito bom o blog durante toda a Olimpiada!! Só queria ser igual a você, e receber $$ pra ler um blog bom como esse… hehehhe AK: He he he, boa. Obrigado e um abraço.

  • EMERSON

    melhopr blog das olimpiadas, principalmente na contagem das medaklhas do plhelps, parabens pelo grande trabalho AK: Bom saber que você gostou. Obrigado e um abraço.

MaisRecentes

Legionário



Continue Lendo

Paraíso



Continue Lendo

Daquele jeito



Continue Lendo