FIRMEZA NA VERDADE



É o real significado de Satiagraha, termo em sânscrito que deu nome à operação da Polícia Federal brasileira, que tomou conta das manchetes e conversas país afora. Independentemente do que você pensa, do que você sabe, do que você pensa que sabe, em que(m) você acredita ou não acredita, você precisa ler quem está profissionalmente informado sobre o assunto, o exemplar jornalista Bob Fernandes, do Terra Magazine. Leia isso aqui, e separe um (longo) tempo para matar a vontade de ler o que ele já escreveu, e ainda escreverá. Porque, pelo jeito, ainda estamos no começo. “Firmeza na verdade” também se aplica ao rolo da liberação dos atletas com menos (e mais, também) de 23 anos, para os Jogos Olímpicos de Pequim. Aliás, qual é a verdade? Os clubes europeus, muito mais preocupados com a pré-temporada, suas ligas nacionais e, no caso de alguns, com o classificatório para a próxima Liga dos Campeões, tratam a Olimpíada como um artigo de segunda classe. A Fifa, que se interessa pelo torneio olímpico de futebol como nós nos interessamos por consultórios dentários, crava seus dedos em cima de um gigantesco muro, enquanto a coisa pega fogo. E os jogadores, seja qual for a idade, o status e o tamanho do sonho de ir aos Jogos, ficam no mata-burro (sem ofensa, por favor). Pelo que está escrito, não, os clubes não são obrigados a liberá-los. Mas é interessantíssimo que Julio Humberto Grondona, presidente da Associação de Futebol da Argentina, diga a quem quiser ouvir que, sim, os jogadores serão liberados. Não esqueça de que Grondona (em quem os argentinos confiam na queda de braço com o Barcelona sobre Leo Messi) é vice-presidente senior da Fifa. Tudo indica que a polêmica termina nesta quinta-feira, com um pronunciamento oficial de Joseph Blatter (presidente da Fifa e também membro do Comitê Olímpico Internacional) sobre o caso. Satiagraha, Blatter.



  • Joao Luis Amaral

    Fala, André! É impressão minha ou você também, muitas vezes, sente que há, como naqueles filmes já vistos muitas vezes, um submundo onde tudo acontece, todas as decisões são tomadas, um cenário decadente, sujo, com musgos pelas paredes, debaixo das calçadas, nos tubos do esgoto? Enquanto nós, os “seres da superfície”, nada sabemos – até porque não temos que saber, já que somos simples mortais. E tocamos nossa vida aqui em cima, enquanto as gangues disputam poder lá em baixo? E pensar que tudo isso é “apenas o começo…”. Um convite e uma dica: quando puder, quando quiser, dê uma passada no meu blog. Escrevi um texto esses dias sobre o menino que foi alvejado pela polícia do RJ… sem comentários. Dica: se não o fez, faça: leve suas meninas para assistir KungFu Panda (OK, a mais nova é MUITO nova…). Fiz isso hoje, com meu filho (3 anos), no Villa Lobos, e posso dizer que é uma animação muito gostosa de assistir, uma história muito bacana e que me surpreendeu. Grande abraço, Joao Luis Amaral (desculpe ter me alongado no texto…) http://www.mickeyamaral.blog.terra.com.br AK: Compartilho da sua sensação. Obrigado pela dica do filme. Um abraço.

  • Marcio FH

    Mto bom o texto do Bob Fernandes, André…não entendi algumas coisas que estão nas entrelinhas, talvez por estar um pouco mal informado sobre o desenrolar do caso, mas no geral..bastante esclarecedor né…e a dona Miriam Leitão, oq se passa né?! abraço.

  • Walls

    Já tinha lido no atraves do link no blog do seu Pai a mateia do Bob Fernandes…como o Brasil necessita de mais pessoas como Bob Fernandes, excelentes as materias…será que esse país ainda tem jeito???…o cara já ta solto…Abs

  • André Carvalho

    O caso é que já cansou essa história de futebol nas Olimpíadas. Deviam, de alguma forma, redefinir quem pode ou não participar. Ou então esquecer isso de vez e deixar o futebol de fora da festa (que, nos outros esportes, conta com os melhores).

  • Teobaldo

    Sabe, cara, eu queria ser um alienado. Completo, diga-se de passagem. O que causa-me grande indignação em casos como esse (Dantas, e outros) é que nunca sabemos quem mente. As prisoes foram “espetaculosas”, como disse o juiz. Isso é fato. Mas e as provas? São irrefutáveis? São suficientes, para se prender?Não deveria ser essa a essência a ser analizada pelo tal juiz? Esse é, apenas, mais um escândalo de plantão. Pô, eu tenho nojo do judiciário brasileiro. Obrigado pelo espaço e desculpe o desabafo.

  • leonardo

    Andre, muito pertinente esse comentario a respeito de um momento tao importante como esse. Cumprimentei o Juca e o PVC pela iniciativa de falar “relativamente” sobre o assunto em seus respectivos blogs, e por isso retransmito aqui meu comentario a eles: Juca, nao acredito que seja um delirio afirmar que esse eh, definitivamente, um divisor de aguas na recente historia nacional. O que estah sendo divulgado pelo Bob e o que a PF estah fazendo eh algo sem precedentes no Brasil. Acredito que, para um jornalista e pessoa de bom carater como voce, esse seja um dos dias mais importantes da historia contemporanea brasileira. Como bem retransmitiu o Bob, estamos tomando ciencia do que se passa, ha tanto tempo, nos mais obscuros intestinos deste pais. Acredito que a sua vontade, hoje, seja deixar o futebol um pouco de lado para escrever tudo o que voce pensa e tem vontade sobre o assunto, nao? Jah comecei a acender minhas velas pra que no meio dessa podridao apareca, como num passe de magicas, o nome do Sr. Ricardo Teixeira. Esse vaso ruim ha de quebrar, junto com todos os outros que jah estao ruindo, encabecados por Daniel Dantas. Parabens ao Bob, a Policia Federal e ao Brasil, que hoje, sem duvida, da um passo a frente em sua historia.

MaisRecentes

Equação



Continue Lendo

A opção pelo erro 



Continue Lendo

Indesejado



Continue Lendo