FELIPÃO LARGA NA POLE



Elegante (o que não é para qualquer um), bem-humorado (menos ainda), e preparadíssimo (meeeeeeeeeeenos ainda), Luiz Felipe Scolari foi apresentado oficialmente à imprensa inglesa como novo técnico do Chelsea. O encontro aconteceu num hotel de Londres, por causa do grande número de jornalistas. A primeira entrevista de Felipão não caberia na sala de imprensa do centro de treinamentos do clube, ou na do estádio Stamford Bridge. O fato de Scolari ter respondido em inglês a maioria das perguntas que ouviu fala por si. Na “Liga dos Técnicos de Futebol”, Luiz Felipe tem muitos concorrentes, mas pouquíssimos adversários. E está na melhor posição, em termos de talento disponível, de toda a sua carreira. Exceção feita, é claro, ao período em que comandou a Seleção Brasileira. O resultado da soma da capacidade de Felipão com a “generosidade” de Roman Abramovich é o aumento do gasto em analgésicos das residências dos demais treinadores, na Inglaterra e vizinhanças. Deus os ajude. José “O Especial” Mourinho deve estar com as veias saltando. A ida de Scolari para o Chelsea estragou seus planos de levar Deco para a Inter de Milão, e deve fazer o mesmo com outras idéias interessantes. Frank Lampard, por exemplo. O Chelsea já recusou a proposta oficial dos italianos. Mas é evidente que se o jogador forçar a barra, cai fora. Felipão contou que conversou por 15 minutos com o meia, que lhe disse que gostaria de jogar no Chelsea por muito tempo (tem mais um ano de contrato). Terry? Esqueça. Ele bateu na porta do quarto de Felipão, ontem, e se apresentou. O brasileiro disse: “Tudo bem, eu sei quem você é.” Luiz Felipe confirmou hoje que o zagueiro continuará usando a faixa de capitão do time. Scolari também bateu um papo com Didier Drogba, quis saber como estava o joelho direito do atacante marfinês, que está “não 100, mas 200% nos planos”. Ainda na conversa com os jornalistas, o técnico revelou que já votou em Terry e Drogba em recentes eleições para o prêmio de Melhor do Mundo da Fifa, conforme contou em um “Bola da Vez”, da ESPN Brasil, gravado em março de 2006. Agora os dois estarão sob seu comando. Na Inglaterra, os técnicos são chamados de managers. Isso também não é para qualquer um.



MaisRecentes

Desconforto



Continue Lendo

Irmãos



Continue Lendo

Na mesa



Continue Lendo