O QUE EU QUERO SABER SOBRE A PARADINHA



Primeiro, só para deixar claro: eu gosto da paradinha. Acho um momento divertido. Se o goleiro cai, é até engraçado. Se não cai, e pega, mais ainda. Mas o que eu quero saber é o seguinte: imaginemos que o goleiro, como na maioria dos casos, vai na onda do cobrador e cai no chão. Ele não cai em cima da risca, certo? Que goleiro fica em cima da risca? Aí, o cobrador tenta jogar a bola no outro canto, o chute sai torto, e o goleiro consegue voltar e pegar. O que acontece? Vale a defesa ou volta a cobrança? Porque, em tese, o goleiro se adiantou. Mexeu-se para a frente antes da bola ser tocada. Ligo para Renato Marsiglia, comentarista de arbitragem da Rede Globo. Ele me diz que, se o goleiro se adiantar, a defesa não vale. O árbitro deve mandar voltar. Pergunto: mas Marsiglia, que goleiro cai em cima da risca do gol? Ele ri. “Situação difícil…”, comenta. Difícil para o goleiro, não para o árbitro. Desse jeito, é melhor mandar cobrar o pênalti com o gol vazio…



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo