NA TELA



A quarta-feira de futebol começa com um jogo que é mais do que um jogo. Como já disse antes, não gosto muito de ver o futebol se misturar com outros assuntos. Mas fingir que nada acontece seria cegueira voluntária, o que é pior. Alemanha x Turquia (St. Jakob-Park, Basiléia, 15h45 – SporTV e Record), semifinal da Euro 2008, é um encontro que ultrapassa as fronteiras esportivas. Para ilustrar, o blog agradece e publica o e-mail enviado pelo blogonauta Edney Vieira: “André, Como já te disse em e-mail anterior, moro na Turquia há cerca de um ano e meio. E quem vive aqui conhece exatamente a essência do que se vê nos campos do Euro 2008. Se você visse o “tom” das propagandas que são inseridas continuamente na programação da TV, entenderia perfeitamente o que quero dizer. Eles encaram essas partidas como autênticas batalhas e sentem na pele o dever de mostrar ao mundo a tenacidade do povo turco… e aqui também basta uma pesquisa rápida sobre a história deste país a partir da Primeira Grande Guerra e a fundação da República da Turquia, que tudo fica absolutamente claro. Eles podem até perder da Alemanha (como até é provável), mas vão vender caro… muito caro ! Até porque esse jogo vai muuuuuito além das quatro linhas. Grande abraço, Edney Vieira” Não há colônia estrangeira maior, na Alemanha, do que os 2,4 milhões de turcos. Não há tantos turcos, fora de seu país, em nenhum outro lugar do mundo. Some isso ao fato de que a Seleção Turca tem feito uma campanha desaconselhável para cardíacos, com gols nos últimos segundos, e que a Alemanha é obviamente um time superior, e você terá o cenário completo para um jogo épico. Para aumentar o drama, o técnico Fatih Terim só tem 13 jogadores (dois são goleiros) à sua disposição. São 10 desfalques, entre machucados e suspensos. O terceiro goleiro Tolga Zengin pode aparecer na linha, dependendo da necessidade. É roteiro de filme. Mais tarde, o Fluminense (Estádio Casa Blanca, Quito, 21h50 – Globo, menos SP, e SporTV) faz o primeiro dos dois jogos mais importantes de seus 106 anos de história, contra a LDU, pela final da Copa Libertadores. O estádio é conhecido, o adversário também (pela fase de grupos: 0 x 0 em Quito e 1 x 0 no Maracanã), assim como os efeitos da altitude de 2.800m na velocidade da bola, de modo que não há motivo para surpresas. O Fluminense tem mais time e mais qualidade. É preciso apenas lembrar que, na decisão da Libertadores, gols marcados pelo visitante não servem para o desempate. O que decide é o saldo de gols após os dois jogos. Em caso de empate no saldo, prorrogação e pênaltis. Concordo com quem acha que o intervalo entre as semifinais e a decisão brecou o embalo do Fluminense, após eliminar São Paulo e Boca Juniors. Que o time consiga reencontrar aquele espírito, em Quito. ATUALIZAÇÃO, 11h57 – Faltou dizer, em nome da informação correta (e sem juízo de importância do evento) que a TV Globo oferece a seus telespectadores paulistas, no mesmo horário da final da Libertadores, o jogo Bragantino x Corinthians. Pela Série B do Campeonato Brasileiro.



  • Lippi

    Hoje é dia de sair de casa. Não tenho Sportv (só ESPN Brasil) e a grande rede Globo faz o favor de alterar a data de um jogo de segunda divisão pra transmitir isso, ao invés de uma final de Libertadores, simplesmente pq é um time paulista. Não existe argumento nenhum para fazer isso. AK: Você pode, é claro, não concordar. Mas o argumento existe, sim. Audiência. Um abraço.

  • Ricardo

    André, a respeito dos jogos de quarta-feira, eu gostaria de saber a sua opinião sobre a Rede Globo transmitir para SP um jogo da série B do Campeonato Brasileiro ao invés de transmitir a final da Libertadores, envolvendo um time brasileiro. Em minha opinião isso é lamentável, sob todos os aspectos e reforça a minha tese de que a imprensa e os meios de comunicação só se preocupam em agradar a maioria. Se bem que eu acho que nem a desculpa da audiência caberia neste caso. Acredito que todas as torcidas de SP assistiriam ao jogo do Fluminense, tocerndo contra ou a favor, já um jogo da série B, só a torcida corinthiana mesmo… E você, o que acha? AK: Eu acho que os dois jogos não se comparam em importância. Se dependesse de mim, escolheria a final da Libertadores. Mas discordo de você quanto à questão da audiência, que é o que determinou a escolha feita pela Globo. Um abraço.

  • eduardo

    Na boa, não assistirei a série B na porcaria da globo. acho que ninguém deveria, mas cada um é cada um. pior que depois ficam aqueles narradores e comentaristas dizendo que é o brasil na libertadores. e se o argumento é que a torcida do curintia é grande, por outro lado que nao gosta dele é ainda maior.

  • Ricardo

    André, a torcida do Corinthians seria a principal audiência para o jogo do Fluminense. Quando o São Caetano disputou a final da Libertadores, os corinthianos foram os únicos a torcer contra o time do ABC. E como torceram! Os são paulinos, por terem seu time eliminado pelo tricolor das Laranjeiras, também tem interesse especial em torcer contra. Desta forma, acredito que a audiência em São Paulo seria tão grande ou até maior que um jogo da série B. Um abraço. AK: Concorda comigo que a Globo, que está no mercado da audiência de televisão, tomou a decisão com base em algo mais do que um palpite? Um abraço.

  • Fábio Matos

    Grande quarta-feira mesmo! E um ótimo dia para tirar folga (que ninguém é de ferro, né? Hehehehe). E eu continuo achando o fim da picada a Globo mostrar o jogo do Corinthians. E tenho dúvidas se vai dar mesmo mais audiência do que daria LDU x Fluminense…

  • gui

    vc como corinthiano deveria saber que até jogo de aspirantes do seu time eh maior do que final de mundial com o fluminense. corinthians = grande fluminense = são caetano flamengo = gargantua! e o jogo da turquia nao vai ser como vc diz, vai ser calminho. uns 2 a 0 na paz pra alemanha, sem muito desespero. amanha comentamos!

  • gui

    engraçado também é ver quantos especialistas em audiência televisa nós temos comentando no seu blog. aqui no brasil é assim, isso é o excesso de educação e formação universitária da população. no caso nardoni, você tem milhões de juristas do povão, todos com seus pareceres jurídicos. o futebol, como sabemos, com seus milhoes de treinadores. e agora, os gurus televisivos do blog do andré…

  • Lippi

    André, até concordo que o jogo do Corinthians, em São Paulo, PODE dar mais audiência do que o do Fluminense. O absurdo, pra mim, é tirarem o jogo de sábado para “cobrir” a final da Libertadores. Ela vai transmitir o que no sábado, no horário em que seria o jogo? Nada. Então, ao invés de ter dois dias com audiência garantida no futebol, ela preferiu ficar com um só.

  • DVP

    Se vc quiser ver o jogo assine Sportv!!! Sportv é da Globo!!Ou seja, ninguém sai perdendo, só o idiota do “torcedor comum”!!!

  • David

    Concordo que se tem alguém que entende de audiência e mercado é a Globo. Mas mesmo os maiores especialistas, com todos os dados e informações, as vezes cometem erros e fazem escolhas erradas. Na minha humilde opinião, o jogo do Fluminense daria mais audiência em São Paulo. Como moro no Paraná, só sinto porque Corinthians x Bragantino é um jogo que eu gostaria de assistir sábado. Hoje, com final de Libertadores, nem pensar. Abraços.

  • Felipone

    isso e ridiculo. serie B, ate parece que so existe o gamba em sp. palmeiras santos potuguesa e sp vamos assistir PANTANAL… não iraque…

  • izael

    Olha, discordo quando se fala de audiência… nesse caso a Globo errou, sim… e errou feio. Porque a maior torcida paulista “pode ser” a co Corinthians… mas existe um grupo muito maior de torcedores de outros times que não têm interesse nenhum em assistir uma “partida de segunda”. Aliás, isso já ocorreu no sábado: 15:00 da tarde, o jogo entre Holanda e Rússia pegando fogo na Record – e a Globo transmitindo Corinthians e Ponte Preta? Mais uma questão: acabo de ler uma notícia dizendo que 2008 está sendo o ano em que a Globo está com as piores audiências… é fácil dizer o porque, não?

  • Ricardo

    André, você tem razão em dizer que a Globo entende mais de audiência do que eu. De qualquer forma, como eu não vivo de audiência, me permito ficar revoltado com essa decisão absurda, que só agradou a uma torcida, em detrimento a outras tanto. E o pior é que o jogo da série B seria transmitido de qualquer jeito, no sábado. Só espero, como um grande admirador seu, que o seu posicionamento brando e frio em relação a este desrespeito não tenha nada a ver com o fato de você fazer parte desta torcida, incansávelmente privilegiada pelos meios de comunicação. AK: Cara, eu vou ver o jogo do Fluminense, por motivos óbvios. Meu posicionamento “brando e frio” deve-se ao fatores já explicados. Só não entendo o que você quer dizer com sua última frase. Um abraço.

  • willian

    Olá André!Gostaria que você escalasse a sua seleção brasileira de futebol ideal, mesmo que demorasse umas cinco horas para você pensar! Um abraço.

  • Leonardo Genovesi Wandscheer

    André, voce deve estar desesperado com a noticia do Jornal Extra (do RJ) dizendo que o Muricy está prestes a sair do SPFC.

  • Cássio Parra

    Tá, eu também considero o jgo do Flu mais importante. Porém, se eu sou dono do canal, e viso lucro, fico com o mais rentável. Nenhuma notinha a D. Ruth Cardoso ? Abraço.

  • Christian Harry

    puts sacanagem com a galera de são paulo … essa foi froid..

  • Paulo roberto

    Eu acabei de ler agora em um blog carioca(abola e o gol ponto blogspot ponto com) que o bandeirinha do último jogo entre São Paulo x Sport foi baelado e faleceu em uma discurssão no centro do Rio, em uma churrascaria. Ele era PM!

  • Edison

    obviamente que a escolha da globo foi em razão da audiência. só tenho as minhas dúvidas se o jogo do corinthians hoje é garantia de boa audiência. basta lembrar que em 6 de fevereiro a novela da Record conseguiu ficar em 1º no ibope justamente qdo a Globo estava exibindo um jogo do corinthians contra um time do interior (Barueri, aliás que jogo sofrivel…). vejam no site da folha on line: foi 22 x 20 no ibope para a record, com picos de 26 contra 15 da globo, ou seja, uma lavada – tentei postar o link aqui mas não pode, é só entrar no site e pesquisar por corinthians record audiência novela, que vcs acham a reportagem.

  • Zezão

    Premonitórios o e-mail do Edney Vieira e as suas palavras, André. Tensão política entre os povos, gols nos últimos minutos, turcos com uma raça impressionante e sem banco de reservas, Alemanha sempre tenaz! Que jogaço! Agora é esperar amanhã… meu palpite é Rússia… E mais: a Rússia 2008 vai reviver a Dinamarca 1992 contra os alemães na final…

  • ronan

    Diante da Globo, os fracos se calam… AK: De quem você está falando?

  • ronan

    Desculpa, mas dar um motivo ´legal´ a Globo (audiência) não a inocenta em nada a postura Q que ela tanto se gaba. Vcs, amigos ou não da organizaçoes Globo, deveriam se manisfestar. Não o fazem não sei pq… Acho que chegamos no fundo do poço, onde ninguém mais pode criticar a postura de nenhum profissional. Aquele que busca audiência, aquele que faz mercham. Todos tem seu interesse, certo?

  • Lenilson Araujo

    Que azar dos paulistas, terão que assistir um jogo da segunda divisão.

  • Celeste

    André, certamente escutaremos na transmissão que o Fluminense hoje é o “Brasil na Libertadores”.

  • ronan

    Falo dos fracos, André… Dos fracos… AK: Eles têm nome?

  • Ricardo

    A torcida do Corinthians ainda está meio cabreira com o time, depois da derrota da Copa do Brasil. Já o jogo do Flu é épico, lendário, legendário, histórico…, primeiro de sua história de Libertadores. Eu aposto uma caixa de cevada que o jogo do Flu daria o dobro de ibope nesta quarta-feira “xoxa” para os corinthianos, que não tem mais dúvida que vão subir. Uma vitória a mais ou a menos frente ao poderoso Bragantino não mudará nada! Lamentável.

  • É NÓIS

    EU SÓ SEI DE UMA COISA: HOJE EU VOU ASSISTIR O TIMÃO!! VAI CORINTHIANS!!!

  • marcelo coelho

    André, você é a favor de jogos às quartas-feiras começando 21:50? AK: Não, acho muito tarde. Um abraço.

  • Vagner Luis

    Pela primeira vez em muitos anos de quarta-feira (quando estou em casa), não assisti a um jogo de futebol, por conta de um protesto que, tenho certeza, não foi solitário. Poxa, com meu time na Série C, eu quero mais é ver LIBERTADORES, principalmente por ser uma final!!! Obs.: Minha esposa amou meu protesto!!

  • Luiz

    André, a Globo sabe tanto o que o público quer ver que acabou de sair uma reportagem no UOL mostrando que ela perdeu mais de 20% de sua audiência em SP e no Brasil, enquanto a Record elevou a sua em mais de 120%. Sou de SP e depois de muito tempo não assisti futebol na quarta à noite. Como dizia a propaganda de uma marca de carros, está na hora da Globo rever seus conceitos. Abraço.

  • Leonardo

    Não transmitir a final da Libertadores para transmitir um jogo da série B foi a coisa mais idiota que já vi uma emissora de TV fazer. Eu só coloquei na Globo para ver os minutos finais do jogo do Fluminense. Espero que só tenha dado audiência nesses momentos.

  • José A. Matelli

    Ok, a Globo participa do mercado de audiência. Mas só o faz porque explora uma concessão pública, em tese concedida pelo povo brasileiro para que seus interesses sejam atendidos. Admitindo que o interesse seja realmente o futebol, duvido muito que houvesse, mesmo em SP, mais interessados em um jogo de segunda categoria do que em um de primeira. Mesmo do ponto de vista de mercado de audiência, isso seria um equívoco brutal. Como já foi em outra ocasião nesse ano, em que um jogo do Corinthians perdeu para uma novela sobre mutantes. Portanto, concordo com todas as críticas que se faz à Globo a respeito disso. Mas chorar não resolve. Como disse um blogueiro em outro blogue, a melhor maneira de pressionar as emissoras é cobrar dos patrocinadores. Tipo, ligar para o depto de márquetim da Skol e perguntar se eles estão felizes em associar sua imagem a um produto (jogo) de segunda linha.

  • Paulo

    Invariavelmente, todos as conquistas, recordes, feitos, demonstrações de grandeza… tudo de positivo, enfim, relacionado ao Corinthians, é contestado. As coisas boas relacionadas ao Corinthians são, simplesmente, insuportáveis para os demais torcedores. Não é preciso ser Freud para explicar este fenômeno – até porquê, ele é muito evidente: O Corinthians é o maior. E, a partir da proporção entre paixão (cerca de 100%) e razão (cerca de 0%) que presidem a relação do torcedor com o futebol, essa verdade torna-se inaceitável. O que leva à negação, feita das mais diversas maneiras: da mais civilizada, pretensamente baseada em argumentos válidos; à mais primitiva, marcada pela violência de palavras ou atos, explicitando o ódio que se sente. QUANTO À TRANSMISSÃO DE BRAGANTINO X CORINTHIANS (PELA SÉRIE B), EM DETRIMENTO DE LDU X FLUMINENSE (PELA LIBERTADORES): 1 – Bragantino x Corinthians teve uma audiência que foi quase o dobro dos 16 pontos atingidos pela partida anterior televisionada pela Globo (Vasco x Palmeiras, pela Série A); 2 – A recente partida pela final da Copa do Brasil, entre Sport x Corinthians, teve audiência superior aos 38 pontos do último Brasil x Argentina, o maior clássico mundial, pelas eliminatórias da Copa do Mundo; 3 – A maior audiência da história do SBT foi conseguida pela transmissão da final da Copa do Brasil de 1995, em uma quarta-feira em que o Corinthians derrotou o Grêmio, e que rendeu mais de 40 pontos. 4 – A maior audiência da história da Band foi, também, a primeira derrota, depois de décadas, do Jornal Nacional. O dia do acontecido: 14 de janeiro de 2000, uma sexta-feira em que o Corinthians foi consagrado 1° Campeão Mundial de Clubes, após derrotar o Vasco da Gama, no Maracanã, em partida cuja transmissão rendeu quase 50 pontos. CONCLUI-SE, portanto, que a Globo não errou em optar pela transmissão da partida do Corinthians, na noite dessa quarta-feira.

MaisRecentes

Daquele jeito



Continue Lendo

Dividido 



Continue Lendo

Reiniciar



Continue Lendo