C´s em SEIS



Foi a vitória com maior diferença de pontos num jogo de título em toda a história da NBA, 131-92. O recorde anterior, por essas felizes coincidências, havia sido estabelecido em 1956, quando os Celtics venceram os Lakers no jogo 5 das finais, por 129-96. Após 22 anos, o Boston Celtics (que venceu apenas 24 jogos na temporada passada) comemora o título da NBA, décimo-sétimo que vai para a galeria do clube. Paul Pierce: 17pts, 3reb, 10ast (MVP das finais) Ray Allen: 26, 4, 2 (7-9 da linha dos 3pts) Kevin Garnett: 26, 14, 4 (beijou o leprechaun no meio da quadra) Kobe Bryant (22, 3 , 1) disse que encontrou, nas finais, a melhor defesa dos playoffs. O título ficou nas mãos do melhor time, coroando a operação comandada pelo gerente-geral Danny Ainge (campeão da NBA em 1984 e 1986 pelos Celtics), responsável pelas transações que transformaram a equipe para este ano. E qual o tamanho, agora, da surpreendente derrota do New England Patriots para o New York Giants, no Super Bowl XLII? Tivessem os Patriots vencido, Boston e vizinhanças teriam conquistado os títulos do beisebol, futebol americano e basquete. A série final da NBA foi ótima, com jogos incríveis, que chegaram até nós pela formidável equipe da ESPN. Obrigado aos impecáveis Everaldo Marques, Eduardo Agra e Zé Boquinha pela companhia. Tremendo trabalho.



  • Teobaldo

    Atropelamos, e ponto final. E o Zé Boquinha ainda se revelou como grande piadista ao afirmar (até o final do 3º quarto” do jogo de ontem, bem entendido) que o MVP das finais na opinião dele, era o Ray Allen. Tremendo gozador, heim André? Um abraço.

  • Paulo Amorim

    Eu estava torcendo pros Celtics, mas não assim! Foi sem graça, sem vontade, sem reação. Claro, tudo isso por parte dos Lakers (que pegou DOIS rebotes ofensivos na partida, como assim?). Porque a torcida gritando DEFENSE quando o jogo tinha 35pts de vantagem no ultimo período foi pra ver quem queria esse título, de verdade. O Odom tava tentando ser Kobe ao tentar 1000 jogadas de infiltração (999 sem sucesso)? Por que o Fischer, que tem 200% de acerto de 3 não chutava NUNCA do perímetro? Pau Gasol… haha esquece. Dá dó do Kobe, isso sim. Falta alguém pra ajudar… Muito bom acompanhar os jogos com os comentaristas da ESPN. O Zé Boquinha comentando é engraçado demais, principalmente ele xingando os jogadores de LA. Quanto à quase festa tripla em Boston, só dá pra rir dos Pats mesmo. O mais favorito dos 3 times (ainda que os RedSox mereça um reconhecimento desde início da temporada também) foi o único que fracassou. A derrota pros Giants fica mais amarga ainda agora. Porque justamente no Super Bowl o Manning jogou melhor que o Brady (trocadilho? hehe)

  • leonardoatleticano

    Biiiiiiinnnngo!!!!! Bela transmissão e jogo fantástico, time de um jogador só não ganha campeonato, equipe é tudo, viu Iziane? Kobe, o mais completo das finais, mas com marcação dobrada sumiu, e o elenco dos Celtics arrasou.

  • Marcio Fernandes

    Ray Allen e Paul Pierce, merecidamente MVP da final, arrebentaram. Kobe é fantástico, o melhor, porém sozinho contra esta defesa do Celtics fica impossível. Paul Gasol foi simplesmente ridículo nesta série final. Boston ganhou com justiça e nesta série não deixou em nenhum momento que poderia perder este título.

  • Zezão

    André, Foi uma pena a ESPN não ter os direitos de transmissão da final do Oeste. Eu queria muito ter visto aquela série. Apenas lendo as notícias e os blogs, não me convenço. Uma final entre Celtics e Spurs (duas EQUIPES) teria sido fantástica! Aos torcedores do Lakers: o Kobe sozinho não dá conta! Os outros 4 lutariam para ser titulares num time de ponta da Euro Liga, e olhe lá. E me solidarizo nos parabéns à equipe da ESPN. Excelentes transmissões!

  • felipe

    como eu disse desde que as finais de confeencia acabaram : boston em 6 e . ai a prova q eu estava certo e a defesa do boston ia “parar” o kobe (pq sozinho eh dificil) os 2 jogos quem alguem o lakers ajudou o kobe o lakers ganhou, no terceiro jogo o saxa (sei la escreve u nome da crianca) acertava tudo de qq lugar da quadra, nu jogo 5 o paul gasol, no unico jogo dos playoffs que ele JOGOU alguma coisa, ajudaram o kobe. esse tme do boston com um pivozao faz mto estrago. c vc colcoar um tin duncan ou um shaq ali em baxu eles batem a marca e 72 vitorias do bulls facil facil

  • Felipe Luis Matos

    Andre, nao sei se ja falou sobre isso mas farei a pergunta, se puder respoder ficarei agradecido: Alguma vez ja tinha acontecido do último da temporada anterior ser o campeão da temporada seguinte? Abraço.

  • Gaius

    André, como você bem sabe, o Celtics foi o pior time na temporada passada e conseguiu vencer o título na seguinte. Será que podemos ter esperança que o nosso Knicks consiga algo parecido? AK: Eu não teria essa esperança… Um abraço.

  • Fabio Bonetti

    Andre Posta alguma coisa falando desse jogo do brasil x Rj amontuado…a cbf soh pode estar doida da cabeça…primeiro inventa essa porcaria…sem competencia pra arurmar uma seleção…segunda: olha a data… e os times dos jogadores que se explodam? pow nao eh assim…agente precisa dos jogadores q estao lah….estou demonstrando minha indignação com eles atravez do email:comunicacao@cbffutebol.com.br mas eu nao faço nem cosquinhas neh…flwss

  • Rubens Borges

    AK, vc acha q quem compara o KB24 com o Jordan viram a luz ontem, e no jogo 5? Quando o Jordan faria um quarto com 3pts e ficaria mais de 13min sem fazer uma cesta numa Final? Mas parabéns ao C´s e ao Kg e Ray Allen, mas principalmente ao Paul Pierce que aguentou os piores momentos da franquia…

  • Tatiana Bertolino

    Oi, André! Sabia que (1) Paul Pierce não ia deixar de jogar e (2) o título ia pra Boston. Só não sabia que esse último jogo ia ser tão fácil. Só consegui assistir a partir do terceiro quarto e a diferença de pontos já estava absurda. Comecei torcer pros recordes serem quebrados, visto que o título dificilmente seria perdido. É ou não é legal ver a história sendo feita? Achei que Garnett e cia iam quebrar o recorde de diferença de pontos nos playoffs também, mas não aconteceu. Parabéns aos celtics!

  • Antonio Pinheiro

    André, a maior vantagem não foi em uma das finais do Chicago contra o Utah!? Q eu me lembre e vi ontem na ESPN a vantagem foi de 42 pontos… []´s AK: Num jogo que fechou uma série final, a maior diferença foi a de ontem. Um abraço.

  • Bruno

    Essas finais foram realmente muito emocionantes, belos jogos, virada espetacular no jogo 4, grandes atuação das 4 grandes estrelas dos times, o Ray Allen se recuperando depois de fazer dois primeiros playoffs ridiculos, KB fez o que deu, mas realmente com os companheiros que ele tem não da mesmo.Certo ele que queria sair do time no começo do ano, o Paul deu pra ajudar, mas quando chegou a hora de decidir ele não ofi mais que mediano. E André, você não acha que depois de predominarem finais (ao meu ver) chatas, com as equipes de San Antonio e Detroit ganhando(com todo o merecimento) finalmente tivemos uma boa e não pragmatica final? Abraço

  • Felipe Rodrigues

    Everaldo Marques é um pequeno gênio, que foi capaz de segurar um baita rojão que foi herdar todo um jeito de transmitir esporte americano da ESPN que era igualmente fantástico. Suceder André Adler, Zimmermann e Figueroa não foi fácil, mas com o imprescindível bom-humor e a técnica de sempre, ele conseguiu. Que venha a NFL, que eu não aguento mais…

  • Andre Paredes

    Concordo com você em genero, numero e grau. E o Everaldo é o MELHOR narrador de “esportes americanos” do Brasil. Com ele os jogos ficam mais divertidos e cheios de informação. E quando tem o Paulo Antunes… aí é programa IMPERDÍVEL!!!!!

  • Arduine

    Fala André! Acabei de ver uma entrevista que vc teve no “Papo com o Benja” com seu pai. Vc lá todo friozão e seu pai uma mantega derretida. Quero ver quando for vc e a Luisa!!! hehe Muito bom o papo de vocês. Gostei mesmo!!! No final só serviu pra comprovar o quanto vc é ruim de palpite hein??? Sport e Fluzão, na cabeça!

  • Lippi

    E a torcida INTEIRA cantando Na Na Hey Hey (Kiss Him Goodbye) no último período… que coisa absurda

  • Felipe

    André, alguma idéia de quem serão os 12 convocados do “Dream Time” para as Olimpíadas? Será que esse ano eles conseguem o ouro? AK: São os mesmos jogadores que vêm jogando pelos EUA nos últimos anos. Eles assumiram um compromisso de servir o time até a Olimpíada de Pequim. Os doze jogadores que vão aos Jogos serão escolhidos de um grupo que tem 33: Carmelo Anthony (Denver Nuggets); Gilbert Arenas (Washington Wizards); Shane Battier (Houston Rockets); Chauncey Billups (Detroit Pistons); Chris Bosh (Toronto Raptors); Carlos Boozer (Utah Jazz); Bruce Bowen (San Antonio Spurs); Elton Brand (Los Angeles Clippers); Kobe Bryant (Los Angeles Lakers); Tyson Chandler (New Orleans Hornets); Nick Collison (Seattle SuperSonics); Kevin Durant (Seattle SuperSonics); Kirk Hinrich (Chicago Bulls); Dwight Howard (Orlando Magic); Joe Johnson (Atlanta Hawks); Jason Kidd (Dallas Mavericks); LeBron James (Cleveland Cavaliers); Antawn Jamison (Washington Wizards); Shawn Marion (Miami Heat); Brad Miller (Sacramento Kings); Mike Miller (Memphis Grizzlies); Adam Morrison (Charlotte Bobcats); Greg Oden (Portland Trail Blazers); Lamar Odom (Los Angeles Lakers); Chris Paul (New Orleans Hornets); Paul Pierce (Boston Celtics); Tayshaun Prince (Detroit Pistons); Michael Redd (Milwaukee Bucks); J.J. Redick (Orlando Magic); Luke Ridnour ( Seattle SuperSonics); Amaré Stoudemire (Phoenix Suns); Dwyane Wade (Miami Heat); and Deron Williams (Utah Jazz). Um abraço, André

  • Tatiana Bertolino

    André, faltou falar também do Rajon Rondo, com seis roubadas de bola, 8 assistencias, 7 rebotes e 21 pontos. Tudo isso pra um moleque de 22 anos que ninguem achava que ia aguentar a pressao. Abraço!!

  • Luciano Rech

    E o bife, é somente um bife…..

  • Guilherme

    Isso sem falar na final da MLS, perdida pelo NE Revolution. AK: Boa. Esqueci desta. Um abraço.

  • Joao Henrique Levada

    Hoje vi a entrevista que deu, junto a seu pai, ao Benja. Uma pena você ter errado os dois palpites. Grande abraço.

  • Xis_lhp

    Ontem fui questionado porque estava correndo pra casa pra torcer para um time verde na final, sendo torcedor do Corinthians e da seleção Argentina. Celtics é o Corinthians da NBA. E minha torcida por um time não é visual e sim emocional. Vem da alma. Go Celtics rumo ao bi. Vai Corinthians rumo a Serie A. E hj 2×0 pra Argentina.

  • Xis_LHP

    Ue Andre, Kevin Garnett não esta na listagem entre os 33 selecionáveis? AK: Os jogadores que estão na lista foram aqueles que aceitaram se comprometer por 3 anos com a USA Basketball. Garnet (que estava no time que ganhou a medalha de ouro em Sydney 2000) não quis. Um abraço.

  • Fabiano Filho

    André , vou viajar e fiz de tudo para que o vôo saísse na hora do jogo, não consegui mas como vou embarcar bem cedinho, vou ter d dormir cedo. que pena, será que o Dunga sentirá falta de minhas energias positivas hoje? he he he AK: Você está colocando o futebol brasileiro numa posição arriscada… um abraço.

  • murilo sc

    Ola andre, qual foi o melhor time da nba que vc viu jogar? vc ja viu algum jogo ao vivo se sim qual? abracos e sucesso. AK: O melhor time que eu vi jogar foi o Lakers da metade final dos anos 80. Este foi o time que me fez gostar da NBA. Claro que o Chicago Bulls que ganhou 72 jogos em 95-96 também era espetacular. Já vi vários jogos da NBA. Cobri 4 edições do All-Star Game, que são jogos sempre divertidos. O que mais gostei foi o que marcou a última “volta da aposentadoria” do Michael Jordan, em outubro de 2001: Knicks x Wizards. Um abraço.

  • Fabiano Filho

    Caro André, apenas um P.S. : Será que a Iziane tinha vaga neste time do Boston??? abraços

  • Edouard Dardenne

    O Everaldo Marques, especalmente, e o Paulo Antunes são diretamente responsáveis por eu ter voltado a assistir com prazer os jogos transmitidos pela ESPN. Estão, de fato, de parabéns pelo trabalho. Um abraço.

  • Willian Ifanger

    O Boston ensinou Los Angeles como abrir uma vantagem monstruosa e não tomar a virada……hehehehe. Sem dúvida foi o grande merecedor do título. Mesmo nos jogos que perdeu, esteve muito perto de ganhar. E o mais bonito foi ver a festa da coletividade Celtics…..com todos aqueles senhores que construiram a franquia comemorando como crianças. Bonito demais. Agora é só esperar o filme.

  • Lidielson Antunes Beraldo

    Olá André… parabéns pelo seu trabalho. Admiro muito vc e seu pai. Gostaria de saber se eu estou interpretando errado, mas vc se refere a “jogo de título” e não “jogo das finais”. Imagino que isso seja de propósito pois, nas finais de 98, no jogo 3, o Bulls enfiou 96×54 contra o Jazz. Entretanto, foi um jogo das finais e, por ser o de número 3, ainda não valia o título… AK: Exato. Um abraço.

MaisRecentes

Uruguai 1 x 4 Brasil



Continue Lendo

Fortalezas



Continue Lendo

Até o fim



Continue Lendo