Aos olhos de todos, o Vasco está sendo implodido



Por Bruno Guedes *

Olhar para a frente e ver um Vasco grande de novo é como estar perdido em um deserto e delirar com um oásis. O sentimento que leva em desespero até à água deve ser o mesmo que faz o cruz-maltino comprar ingressos em peso para a estreia na Copa Libertadores, enquanto se enfurece com as notícias de jogadores vendidos, contratações duvidosas e até saques ao patrimônio do clube.

Certa vez, escrevi que “o vascaíno, antes de tudo, era um forte”. Reforço isso agora. Afinal, como imaginar que um jovem de 18, 19 anos consegue seguir apaixonado pela camisa da faixa diagonal? Títulos se tornaram exceção, a politicagem afundou a instituição. O Gigante que conquistava a América há 20 anos hoje não passa de chacota para rivais e fãs de futebol pelo país.

Eurico Miranda deve sofrer derrota política, mas a perspectiva para o seu sucessor não é das melhores (Foto: Divulgação Vasco)

Eurico Miranda deve sofrer derrota política, mas a perspectiva para o seu sucessor não é das melhores (Foto: Divulgação Vasco)

Agora, Eurico Miranda voltará a sair de cena, depois de uma segunda eleição repleta de denúncias de fraude. Desta vez, a justiça isolou votos suspeitos e a vitória acabou sendo de Julio Brant, candidato que tem apoio de ex-jogadores do clube, como Edmundo, Felipe, Pedrinho e Mauro Galvão. O imbróglio está longe de terminar, mas o próprio entorno do atual mandatário parece enxergar a derrota como desfecho.

A impressão do torcedor, no entanto, é a de que o futuro presidente não terá o que assumir. Aos olhos de todos nós, o Vasco está sendo implodido, a começar pelo time que conseguiu vaga na Libertadores, já totalmente desfigurado. Anderson Martins saiu de graça, Madson e Matheus Vital deram adeus. Chegam Erazo, Thiago Galhardo, Rildo, entre outros nomes de pouco impacto.

A sangria, se não estancada rapidamente, tornará ainda menor a chance de recuperação rápida. O vascaíno de bom senso já sabe que não haverá milagres nem mecenas e que a instituição está na lama, sem credibilidade alguma. Para piorar, quando a caixa preta cruz-maltina for aberta, sem dúvida, o cenário deverá ser ainda mais trágico.

Que os olhos do futebol brasileiro se voltem para o Vasco. Ajudem a salvar esse Gigante…

* Bruno Guedes é jornalista