LeBron James nos Lakers: a cartada final para ser o maior da história



A enorme movimentação que o Clevaland Cavaliers fez no mercado da NBA nesta semana tem uma razão principal. Seu nome é LeBron James. Com a possibilidade cada vez mais real da saída do astro para o Los Angeles Lakers, seu atual time fez a negociação olhando para duas possibilidades: a primeira é convencer o camisa 23 a ficar. A segunda, preparar a reconstrução do time caso ele vá embora.

Ao limpar o elenco e trazer jogadores ainda jovens e com potencial de crescimento, como Rodney Hood, Jordan Clarkson e Larry Nance Jr., os Cavs mostram a LeBron que estão dispostos a dar a ele um time melhor do que os zumbis que vemos em quadra nos últimos 15 ou 20 jogos de Cleveland. Ao mesmo tempo, caso o melhor do mundo vá mesmo embora ao fim da temporada, a franquia de Ohio começa sua reconstrução tendo já uma base razoável.

Mas o que significaria a saída de LeBron para os Lakers?

Significaria que LeBron James, na fase final da carreira (ele já tem 33 anos), tentará uma cartada para atingir um patamar ainda mais alto na história, que seria devolver os Lakers ao seu tamanho verdadeiro, ao seu lugar de um dos maiores, senão o maior, time de basquete que já existiu.

LeBron James sorrindo ao deixar a quadra pelo Cleveland Cavaliers

Que cores LeBron vestirá em 2019? Amarelo parece provável (Foto: David Liam Kyle/AFP)

Em junho de 2017, o colega Caio Maia escreveu aqui neste 2 Pontos que LeBron é o maior jogador da história da NBA. Provavelmente faz parte de uma minoria que não coloca Michael Jordan neste degrau. Seus argumentos, porém, ganhariam muita força se imaginarmos LeBron chegando a Los Angeles e transformando novamente o time em um grande campeão.

Desde 2013, quando foi pela última vez aos playoffs, os Lakers venceram ridículos 91 jogos dos 328 jogos que disputou. Chegou ao fundo do poço com as 17 vitórias (e 65 derrotas) na temporada 2015-2016. Com as mudanças no comando e a chegada de Magic Johnson como novo presidente da franquia, Los Angeles aos poucos volta a ser visto com respeito, é um destino que interessa novamente aos atletas e uma ida de LeBron o colocaria de novo nos holofotes, não há dúvida.

No momento em que este texto é publicado, os Lakers têm 23 vitórias e 31 derrotas. Dificilmente chegará aos playoffs, mas vive a melhor de suas temporadas desde a última aparição na pós-temporada. O potencial com a chegada de LeBron é enorme. E parece cada vez mais possível conseguir seduzi-lo para encerrar sua trajetória de jogador em Los Angeles. E, convenhamos, se você não é torcedor de Cleveland ou se não odeia os Lakers, seria muito saboroso ver os dias finais do camisa 23 usando amarelo.