O campeonato acabou no Japão. Vamos aplaudir o gênio Lewis Hamilton



Eu esperava mais emoção, e acho que você também. Mas, a quatro corridas do fim da temporada, o campeonato está encerrado. Quem acredita que Lewis Hamilton enfrentará um desastre de proporções bíblicas para ficar sem o seu quarto título mundial? Neste domingo, o inglês venceu o GP do Japão e abriu 59 pontos para Sebastian Vettel.

Vettel abandonou em Suzuka ainda no início da prova e completou três GPs sem pontuar. No mesmo período, Hamilton teve duas vitórias e um segundo lugar. Ferrari e também Vettel jogaram no lixo um campeonato que poderia ser decidido apenas na última corrida, em Abu Dhabi. O piloto tem responsabilidade pelo risco desnecessário ao qual se expôs na largada em Singapura. E a equipe italiana apresentou problemas mecânicos na Malásia e no Japão. Os dois devem se lamentar. Vettel, tivesse vencido em Singapura (e era favorito), estaria a menos de 30 pontos do rival, ainda dependendo apenas de si.

Lewis Hamilton com a taça do GP do Japão

Hamilton mostra a serenidade de quem nasceu para vencer (Foto: Behrouz Mehri/AFP)

Como em 1999 e em 2008, para citar apenas dois anos, a Ferrari vê um campeonato lhe escapar entre os dedos. Nada indica que a Mercedes, eficiente feito um relógio suíço, enfrentará problemas técnicos que provoquem o abandono de Hamilton pelo menos uma vez. E que o inglês cometa erros que lhe tirem pontos importantes. Numa conta fácil, o futuro tetracampeão mundial precisa de três terceiros lugares nas quatro provas restantes para ser campeão. Correrá em modo de segurança, como fez seu ex-companheiro, Nico Rosberg, no fim da temporada passada.

Não há como dizer que é uma injustiça. Erros de Vettel e Ferrari à parte, Hamilton tem o dobro das vitórias de Vettel (oito contra quatro) e largou na pole dez vezes, contra três do rival. Vive uma fase soberba, como mostra o espetacular desempenho no treino de classificação em Suzuka. Se o título não for de Hamilton, será uma das maiores surpresas da Fórmula 1 desde sua primeira prova, em 1950.



  • André Kiel

    Lamentável a performance da Ferrari, quando mais se precisou, os motores não responderam, fica difícil esta campeonato.

MaisRecentes

Atlético-PR e outros clubes que atualizaram escudos com bom resultado



Continue Lendo

Escudos dos times do futebol brasileiro: está na hora de uma atualização



Continue Lendo

Os americanos retrataram a lenda de Pelé. E falharam miseravelmente



Continue Lendo