Diário não-diário do bolão #4: toda Copa do Mundo tem seu fim



Todo Carnaval tem seu fim, diz a música de Los Hermanos. No caso, isso não me importa muito, porque não gosto de Carnaval. Mas toda Copa do Mundo tem seu fim, a de 2018 tem só mais quatro jogos e vai morrer depois do meu bolão. Acabou, não há mais pontos o bastante em jogo para permitir um milagre. Minha única chance seria um bom advogado, daqueles que conseguem resultados incríveis e salvadores no STJD.

Croácia comemora classificação para as semifinais

Apostei na Croácia como finalista. Pobres croatas (Foto: Nelson Almeida/AFP)

Em situação crítica, precisei começar a assumir riscos desde as oitavas de final. Resultados que a maioria talvez não apostasse. Mas os placares não têm sido surpreendentes e minha única aposta mais óbvia foi Brasil 2 x 1 Bélgica (pois é).

A Copa do Mundo acaba no próximo domingo (15), mas pra mim, ou pro meu bolão, já está morta e enterrada. Estou em 66° lugar entre 79 participantes e meu objetivo é terminar com alguma dignidade, se é que isso ainda é possível depois de terminar a primeira rodada em sétimo e estar nesta situação agora. Se você não quiser ter problemas no seu bolão, saiba que apostei em uma final Bélgica x Croácia. Significa que França x Inglaterra é uma decisão bem provável.

Volto no fim da Copa para o relatório final do meu vexame.