Diário não-diário do bolão #3: a Copa acabou pra mim. A não ser…



Uma tragédia. Não há mais a menos chance de colocar uma grana no bolso no bolão. Simplesmente não acerto mais nada.

Cravei que a França venceria, mas não por 4 a 3. Apostei em disputa de pênaltis em Uruguai x Portugal e chutei mais pra fora que o Baggio em 1994. Quase todos os 79 participantes do bolão acertaram os vencedores. E, assim, ocupo a 62ª colocação.

Messi lamenta a eliminação argentina na Copa

Messi lamenta a eliminação argentina. Como eu no bolão (Foto: Roman Kruchinin/AFP)

Sem chance, virei franco atirador e agora vou ativar o modo apostador viD4 L0k4. Apostando em zebras, se a Copa virar de cabeça pra baixo volto à competição. Caso contrário, o que é mais provável, adeus.

Devo ter algum tipo de vício em jogo. Perdi os 100 reais do bolão e outros 100 que “investi” (risos) em um site de apostas. Dancei de cara com empate do Brasil e derrota da Alemanha. Me lembrem, por favor, de não gastar um centavo em 2022 (vou gastar, eu sei).

No próximo boletim é provável que esteja mais perto do 79° colocado do que do quinto, que é o último dentre aqueles que faturam algum cascalho. Estive em sétimo. Hoje estou em um mar de lágrimas.