‘Borg/McEnroe’ e ‘Batalha dos Sexos’: o tênis vai te levar ao cinema



Goste você de tênis ou não, dois filmes que abordam a modalidade vão chegar aos cinemas no segundo semestre e merecem a atenção. Porque vão além do esporte, tratam de histórias humanas. Ainda que não tenha interesse pelo esporte, fique de olho nestes dois longas e dê uma chance a eles. Você poderá até ver um candidato do próximo Oscar.

Emma Stone e Steve Carell em cena de Batalha dos Sexos

Emma Stone e Steve Carell em uma das cenas de ‘Batalha dos Sexos’ (Foto: Divulgação)

Borg/McEnroe

A premissa do filme lembra a de Rush (2013), sobre os pilotos Niki Lauda e James Hunt: abordar a rivalidade entre dois grandes atletas de seu esporte em um período específico. Neste caso o título já entrega quem são: o sueco Bjorn Borg e o americano John McEnroe, ambos gigantes que chegaram a ocupar o posto de número 1 do ranking mundial. De temperamentos completamente diferentes (Borg era tranquilo e McEnroe completamente explosivo), os dois são retratados na temporada de 1980, quando chegaram a fazer a final do US Open. O americano é interpretado por Shia LaBeouf (Transformers) e o papel do sueco cabe ao menos conhecido Sverrir Gudnason. A direção é do dinamarquês Janus Metz e o filme tem estreia no Brasil marcada para 9 de novembro.

Batalha dos Sexos

O jogo que dá nome ao filme foi visto nos EUA por 50 milhões de pessoas e reuniu em 1973 dois vencedores de torneios do Grand Slam: Billie Jean King e Bobby Riggs. Ela, uma das maiores tenistas de todos os tempos, tinha 30 anos e foi desafiada por Riggs, que já tinha 55 anos. Foi mais que um jogo, mas um confronto entre uma atleta que simbolizava o feminismo e a luta pelo direito das mulheres e um machista que diminuía o papel feminino. Em uma cena, Bobby, vivido por Steve Carell (estrela da série The Office), diz em uma entrevista que ama as mulheres “no quarto e na cozinha”. Jean King é interpretada por Emma Stone, vencedora do Oscar por La La Land. A direção é dividida entre uma mulher e um homem: Jonathan Dayton e Valerie Faris, a dupla responsável por Pequena Miss Sunshine. A estreia no Brasil está marcada para 19 de outubro.



MaisRecentes

Os bastidores que levaram à demissão de Emily Lima da seleção feminina de futebol



Continue Lendo

Mais que talento e gols, Neymar precisa de maturidade



Continue Lendo

A mão na bola de Jô é menor do que a fragilidade do seu discurso



Continue Lendo