A torcida do Flamengo tem uma reflexão a fazer depois da eliminação



O Flamengo tem um dos melhores times do Brasil. Claro, se era assim até a noite de quarta-feira, não será uma partida – e a eliminação precoce na Copa Libertadores – que mudará o cenário. Mas é também verdade que é preciso fazer algo para transformar este bom time em um time vencedor (além do Estadual).

O presidente Eduardo Bandeira de Mello afirmou em Buenos Aires que não haverá caça às bruxas. Está correto. A história mostra times que trilharam trajetórias de sucesso a partir de um fracasso. Como não lembrar do Corinthians, que segurou Tite no comando depois da eliminação para o Tolima? Um ano depois, era campeão. Mas, repito, não caçar bruxar e seguir com a linha de trabalho não significa deixar tudo como está.

Goleiro Alex Muralha agarrado à rede

Alex Muralha durante eliminação rubro-negra (Foto: Juan Mabromata/AFP)

E a torcida é parte fundamental para transformar o Flamengo no papa-títulos que ele pode ser. Apaixonado, como todo torcedor de time de massa, o rubro-negro vê a taça depois de 90 minutos bem jogados. É o melhor do mundo, imbatível. Não se pede aqui, claro, que a torcida não seja passional, porque esta é uma das belezas do futebol. Mas o “deixou chegar” e os cheirinhos podem estar atrapalhando em vez de ajudar.

O cheirinho de 2016 tornou-se um terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, nove pontos atrás do campeão. “O Flamengo nunca perde quando disputa o título”, ouvi dizer ano passado. A empolgação dos momentos iniciais da Libertadores terminou com a eliminação depois de seis jogos e derrota em todos os três jogos fora de casa.

É óbvio que diretoria e comissão técnica precisam fazer uma avaliação e não permitir que o Flamengo baixe a cabeça – o Rubro-Negro segue no grupo dos três ou quatro favoritos ao título brasileiro. Mas a torcida pode aproveitar o momento para refletir. É ótimo, sim, ser apaixonada e fazer a festa maravilhosa que sempre faz. Mas talvez menos “já ganhou” e menos cheirinho ajude a equipe a render mais e melhor, com mais calma. É melhor esperar chegar antes de dizer que deixou chegar.



  • Comparar Tite com esse pseudo técnico do Flamengo é inadmissível.Ridiculo.

    • Geraldo Veras

      Ridícula essa comparação.

      • Marcelo Bastoni Acruche

        Ridículos são vocês, que só entendem palavras, ele não comparou os técnicos e sim atitudes. Entendeu ou quer que eu desenhe.

        • Zico

          Marcelo a comparação não é valida sim . A diretoria do SCCP manteve o TiTe por ver potencial e por ver que o elenco precisava de poucos jogadores. Agora você vê perspectiva de melhora nesse tecnico HOJE???

  • Gabriel Magalhães

    Para tanto, se faz necesssária a colaboração da mídia! ela tbm é responsavel pelos climas de “já ganhou”, que sao tao vendiveis para qualquer torcedor! Façam tbm a reflexão meu chapaa

  • Zico

    Pelo que escreveu a culpa então é da torcida. Que empolga e lota o maraca sempre.
    Os jogadores e comissão técnica embarcam na onda da torcida é isso mesmo? ??

MaisRecentes

De Dinamite a Keirrison: histórias de fracassos no Barcelona



Continue Lendo

7 motivos para eleger ‘Túlio Maravilha, Mil Golzito’ como o melhor vídeo de 2017



Continue Lendo