Nunca houve um campeão gaúcho como o Novo Hamburgo



Meu primeiro pensamento foi “temos um Leicester”. Não, não temos. O melhor a fazer era esperar alguns dias para falar sobre o título do Novo Hamburgo, que não carece de comparações. O clube conseguiu o maior feito da história do Campeonato Gaúcho.

O Noia – que apelido maravilhoso – não é o primeiro time do interior a vencer o Estadual. Mas Juventude e Caxias, quando conseguiram a taça, eram times mais fortes do que hoje é o Novo Hamburgo. O Juventude, no ano seguinte ao título de 1998, venceu a Copa do Brasil. O Caxias, em 2000, foi sexto no Módulo Amarelo da Copa João Havelange.

O Novo Hamburgo disputou a Série D do Campeonato Brasileiro pela primeira vez no ano passado. Foi eliminado na primeira fase. Até então estava fora até da quarta divisão do principal campeonato do país. Caxias, Juventude e Brasil de Pelotas estão mais habituados às competições nacionais.

Jogadores comemoram o título gaúcho de 2017 do Novo Hamburgo

Jogadores comemoram o título do Noia (Foto: Divulgação/Novo Hamburgo)

O Noia teve o melhor ataque, a melhor defesa e não perdeu um jogo sequer para os gigantes Grêmio e Internacional, a quem bateu na final. Para entender o tamanho de seu feito, basta lembrar que o Grêmio não chega à final desde 2015 e não é campeão desde 2010. O Noia só havia chegado à final (cinco vezes) quando ainda se chamava Floriano.

O 15 de Campo Bom, em 2002, 2003 e 2005, chegou à final estadual e em 2004 foi semifinalista da Copa do Brasil. É quem mais se aproxima da conquista do Novo Hamburgo. Mas não houve taça para o time que revelou Mano Menezes. O Novo Hamburgo escreve sua história com um troféu. E nunca mais será olhado da mesma forma.



MaisRecentes

De Dinamite a Keirrison: histórias de fracassos no Barcelona



Continue Lendo

7 motivos para eleger ‘Túlio Maravilha, Mil Golzito’ como o melhor vídeo de 2017



Continue Lendo